Responsive Advertisement
A Prefeitura realiza nesta sexta-feira, dia 17, uma caminhada para marcar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A concentração será no Jardim do Ó, a partir das 14 horas, e sairá em direção à Avenida do Cinquentenário.
Sob o título Faça Bonito, a campanha chega à 24ª edição mantendo o objetivo de despertar a atenção da sociedade para o enfrentamento à exploração infantil e pedir apoio de todos. Conta com a participação das secretarias municipais de Promoção Social e Combate à Pobreza (SEMPS), da Educação e de Saúde.
Também tem a parceria do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), do Conselho Tutelar e da rede de apoio. Além da caminhada, também serão realizadas palestras nas escolas públicas do município abordando o tema e a prevenção, como forma de envolver os segmentos da sociedade.
A titular interina da SEMPS, Luciana Seara, reforçou a importância da participação dos educadores, porque a escola tem papel fundamental na prevenção, identificação e no combate ao abuso sexual infantil. Segundo ela, a mobilização é crucial para garantir o bem-estar e a segurança das crianças e adolescentes. 
“A questão exige uma abordagem coletiva envolvendo governos, organizações não-governamentais, comunidades e indivíduos, visando à conscientização sobre os diferentes tipos de abuso e exploração infantil que infelizmente é uma realidade que acontece todos os dias e em qualquer parte, inclusive dentro de casa. Então, precisamos sim, aumentar cada vez mais a rede de proteção de crianças e adolescentes”, disse.  
A secretária Luciana Seara lembrou que a exploração contra crianças e o adolescentes vai além do abuso sexual, mas também afeta o físico, o emocional e a negligência que constantemente muitas crianças são vitimas.
“Muitas pessoas não estão cientes da extensão desses problemas ou dos sinais de alerta que podem indicar que uma criança está em perigo. Então, ao educar e envolver o público nessa questão, podemos capacitar as pessoas a reconhecerem os sinais de abuso e a agirem para proteger a criança. 
A representante da Secretaria de Promoção Social e Combate a Pobreza declarou ainda que Itabuna dispõe de um serviço de proteção à criança e o adolescente que funciona 24 horas por dia, a exemplo do Conselho Tutelar, um dos mais importantes e atuantes órgãos de defesa contra o abuso e exploração infantil.
“Ao menor sinal de abuso contra crianças e adolescentes qualquer pessoa pode e deve denunciar sem receio de ser reconhecida, pois o nome do denunciante será preservado”, afirmou Luciana. O serviço de denúncia é gratuito pelo Disque 100 do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania.
 

Post a Comment