Responsive Advertisement
Em uma sessão de “casa cheia”, com o plenário literalmente lotado e dezenas de pessoas em pé, a 8ª sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Ibicaraí aconteceu na noite de quarta-feira, dia 17 de abril, e, com o placar de sete votos a favor e três contra, foi aprovado em caráter de urgência o Projeto de Lei (PL) 12/2024, que aumentou em 30% o crédito suplementar do orçamento de 2024 para reforço da dotação orçamentária do município.Na oportunidade a sessão contou com a presença dos onze vereadores: Herbert Santana (Herbinho), presidente; Jonathas Soares, vice-presidente; Francisco Araújo Henrique (Chico do Doce), primeiro secretário; José Raimundo Soares Simões (Dú Artes), como 2º secretário; Aroldo Melo (Aroldão do Povão), Clícia dos Santos Nascimento (Clícia Guerreira), Ednaldo José dos Santos (Lió), Leonardo Alves (Dodô), Edivaldo dos Santos (Edy da Vila), Alam Rogério (Alam do Bairro Novo), Silvana Santana, o diretor administrativo da Câmara, Moisés Messias, o assessor jurídico da Casa, Carlyle Assis, Andrea Silva Souza, intérprete de Libras da Câmara, imprensa local, além de um grande público.Na sequência o presidente da Casa solicitou à vereadora Silvana de Santana que fizesse a leitura de uma passagem bíblica. No momento seguinte Herbinho pediu um minuto de silêncio em virtude da trágica morte de uma sobrinha do ex-vereador pastor Erasmo, morador da Vila Emílio Izabel.No momento seguinte Herbinho solicitou ao Diretor Legislativo Moisés Messias que fizesse a leitura da Ata da sessão anterior, que foi aprovada por unanimidade. Na sequência o diretor Moisés Messias leu o expediente do dia.Seguindo o rito da Casa o presidente deu início ao Pequeno Expediente e na sequência o Grande Expediente, com o uso da tribuna por até 20 minutos para os vereadores inscritos previamente.A vereadora Silvana de Santana foi a primeira a usar a tribuna. A edil falou do seu posicionamento, agradeceu ao partido União Brasil e falou que agora caminha com o Podemos. Silvana falou do respeito na política e que o papel do vereador será sempre cobrar e fiscalizar. Por fim a vereadora explicou o motivo de não ter acontecido o Carnaduque.DuArtes foi o segundo edil a falar. O vereador saudou a todos os presentes e falou da sua mudança de partido. DuArtes deu as boas-vindas aos pré-candidatos que tentarão uma vaga no legislativo municipal e desejou boa sorte a todos. O edil falou do respeito na política e o momento certo para mudar e fazer novas escolhas.Edy da Vila foi o terceiro a falar e lembrou que a política já começou. O edil falou de escolhas e lembrou que foi eleito pelo PT e vai continuar na mesma legenda. Edy falou da força da Vila e da possibilidade de eleger mais de um vereador naquele distrito. O vereador clamou pela união de força pelo bem de Ibicaraí e a Vila. Edy lembrou que o distrito ganhou oito ruas. “Estou com Lenildo, mas não falarei mal de Brandão ou Monalisa”. Edy lembrou que a prefeita trabalhou pela Vila e que independente de onde ele esteja, terá sempre respeito e gratidão por Monalisa. Por último Edy agradeceu a todos os presentes.Lió iniciou sua fala saudando a todos os presentes. O edil falou da importância da profissional de Libras que hoje trabalha na Câmara. Lió cobrou a presença de professores de Libras nas escolas. No momento seguinte Lió criticou a construção das 150 casas no Paletó, próximo da cerâmica. Por fim o edil voltou a criticar a falta de manutenção das estradas da zona rural e a saúde local.Jonathas Soares foi o último vereador a falar. O edil saudou a todos os presentes. No momento seguinte Jonathas parabenizou a prefeita Monalisa e lembrou que o atual governo “não ficou no ‘mimimi’ e (mesmo sem o devido apoio estadual e federal), vem trabalhando muito por Ibicaraí”. Jonathas lembrou que é preciso cobrar aonde foi parar os onze milhões dos precatórios e os recursos do Covid. Por fim o vereador prestou conta (de forma detalhada) dos gastos públicos e fez um desafio, perguntando se existe algum funcionário do atual governo com salário atrasado.Na parte final da sessão o presidente finalizou o Grande Expediente e deu início a Ordem do Dia, com a apresentação em caráter de urgência do Projeto de Lei 12/2024, onde o Executivo Municipal solicitou um crédito suplementar de 40% no orçamento de 2024, tendo sido aprovado o percentual de 30%, conforme emenda apresentada e aprovada pelos Edis.A Câmara aprovou a urgência especial do projeto em votação única. No momento seguinte foi votada uma subemenda, proposta pelos vereadores Alam, Lió e Silvana, onde reduzia de 30% para 20% o crédito suplementar. A subemenda foi votada e rejeitada pelo placar de sete a três. Com a aprovação da emenda de 30%, o PL 12/2024 foi aprovado e a sua redação final também, seguindo agora para a sanção do Executivo Municipal. Por fim, nada mais tendo a tratar, o presidente da Casa, Herbert Santana, encerrou a sessão e convidou a todos para a próxima sessão que acontecerá na próxima quarta-feira, dia 24 de abril.Data: 29.04.2024Texto e fotos: Ascom Câmara de Vereadores de Ibicaraí

Post a Comment