Breaking News
recent

ACM Neto critica “saco de promessas” divulgado pela gestão do PT há menos de seis meses das eleições

_”Muitas promessas apresentadas não foram cumpridas em 16 anos e, agora, não têm tempo para ser concretizadas”, enfatizou_


O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) criticou o que chamou de “saco de promessas”, lançado há menos de seis meses das eleições deste ano, proposto pela atual gestão do estado.

“Eu repudio o que vejo acontecer na Bahia. É impressionante. Faltando menos de seis meses para a eleição, o governador do estado, no desespero, começou a chamar diversos prefeitos de toda a Bahia para fazer diversas promessas. Assinou centenas de convênios, comprometeu bilhões de reais dos cofres públicos, e tudo isso a poucos meses da eleição. Muitas promessas dessas não foram concretizadas, e não serão. Porque não vai dar tempo”, avaliou. 

“Vocês vão ver. Vai ter aí um punhado de máquinas e de gente trabalhando para tentar enganar as pessoas. Esse é o tipo de política que eles fazem”, destacou. “Comigo é diferente. Eu não faço política só há três, quatro meses da eleição. Não. Eu trabalho os quatro anos do meu mandato, incansavelmente, dia e noite”, disse. 

Neto destacou que esse movimento do governo do PT é para tentar colocar um cabresto nos prefeitos. “A verdade é essa. E tudo isso para tentar deixar os prefeitos na rédea curta. O governador está em um nível de agressividade que é uma coisa inacreditável. Ontem, ele estava xingando alguns prefeitos que aderiram à minha base como se ele fosse dono dos prefeitos, ou mesmo pior, como se ele fosse dono dos votos dos baianos”, criticou o ex-prefeito de Salvador. 

Durante evento em Condeúba, realizado na manhã deste sábado (23), Neto lembrou que, mesmo com todas as tentativas de represálias por parte do governo do PT, nas duas últimas semanas, oficializou a adesão de quatorze prefeitos: “E essa semana estão vindo mais dez”, salientou. 

*Rodovia Condeúba-Caculé* 

Acompanhado pelo pré-candidato ao Senado, deputado federal Cacá Leão (PP), e de lideranças políticas da região, o ex-prefeito de Salvador falou ainda sobre a importância da construção da rodovia que liga Condeúba a Caculé. A implantação do trecho é uma demanda de diversos municípios da região. 

O projeto para a construção da rodovia está parado há anos: “A verdade é que essa turma está aí há 16 anos. Tiveram muitas chances, muitas oportunidades para, inclusive, construir essa estrada. E não fizeram. Existe, em relação a esse projeto, um descaso muito grande por parte do estado”, pontuou. 

Ao defender a implementação da estrada, ACM Neto afirmou que não faz promessas que não pode cumprir. “Sou um político que promete pouco e faz muito. Eu não gosto de chegar na véspera de eleição e abrir o saco de promessas. Eu não sou desse tipo. E as pessoas me conhecem. E os baianos vão ter a oportunidade, se Deus quiser a partir do próximo ano, de ver de perto, como o povo de Salvador viu durante oito anos, a minha forma de trabalhar, o meu jeito de governar”, afirmou. 

“Uma vitória este ano depende fundamentalmente da vontade do povo, da decisão do povo, do desejo das pessoas por mudança e por um futuro diferente para a Bahia. Eu jamais vou desviar o meu foco do que é essencial. Do que me traz aqui. Do que me move nessa caminhada, que é o meu amor pela Bahia e a minha certeza de que esse estado, que eu tanto amo, pode muito mais no futuro”, acrescentou o pré-candidato. 

Neto e Cacá seguem em agenda pelo interior do estado até amanhã (24), quando participam de eventos políticos em Itambé e Vitória da Conquista. Ainda hoje (23), os pré-candidatos participam de eventos políticos em Cordeiros, Piripá, Tremedal e Belo Campo. Com os municípios percorridos neste final de semana, ACM Neto soma 185 cidades baianas visitadas desde o início de 2021.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.