Breaking News
recent

VÍDEO: Sem convite, Suplicy interrompe lançamento de diretrizes para programa de Lula

 

VÍDEO: Sem convite, Suplicy interrompe lançamento de diretrizes para programa de Lula
Foto: Reprodução / YouTube

O vereador de São Paulo, Eduardo Suplicy (PT), interrompeu, na manhã desta terça-feira (21), o evento de lançamento das diretrizes para o plano de governo da chapa liderada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e pelo ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSB), para reclamar da não inclusão de sua proposta de “renda básica de cidadania” no texto divulgado.

 

"[Quero] entregar ao Aloizio Mercadante a proposta que não foi considerada ainda, entre os itens principais, a instituição da renda básica de cidadania, aprovada por todos os partidos, sancionada pelo presidente Lula e está no programa do PT há muito anos, todo ano”, disse Suplicy, estendendo um documento em direção a Mercadante, presidente da Fundação Perseu Abramo.

 

Ex-senador da República, Suplicy aproveitou ainda para reclamar que não foi convidado para o evento, afirmando que Mercadante teria alguma coisa contra ele, mas ressaltou que continuará ao lado da candidatura petista à presidência da República.

 

 

“Ele tem alguma coisa comigo, não me convidou para esta reunião. Você sabe com quem que eu soube da reunião? Ontem a noite; 'Você não vai na reunião do partido?'. Não fui convidado, mas hoje eu estou aqui. E continuarei trabalhando muito para que Lula e Alckmin instituam a renda básica de cidadania enquanto eu estiver vivo ainda", falou o vereador paulistano.

 

Apesar das reclamações de Suplicy, que constrangeram os presentes, o projeto da renda básica de cidadania está sim incluído nas diretrizes do programa do governo Lula, divulgado nesta terça, na parte em que trata de um “Bolsa Família renovado e ampliado”.

 

"Um programa que, orientado por princípios de cobertura crescente, baseados em patamares adequados de renda, viabilizará a transição por etapas, no rumo de um sistema universal e uma renda básica de cidadania", dizem as diretrizes.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.