Breaking News
recent

Voo é cancelado após tripulação ser assaltada enquanto saía de hotel para aeroporto, em Salvador

 

Um voo que sairia de Salvador, às 4h20 desta sexta-feira (13), foi cancelado porque a tripulação da aeronave foi assaltada enquanto deixava um hotel no bairro do Stiep. A previsão é de que os passageiros sejam remanejados para um novo embarque às 9h.

Os trabalhadores tinham pernoitado no hotel, para fazer a viagem na madrugada. A tripulação foi abordada enquanto esperava a van do transporte na frente do estabelecimento. Os dois suspeitos, armados, levaram os celulares de três dos tripulantes e de três funcionários do hotel.

Por causa do crime, as vítimas do assalto precisaram procurar uma delegacia para prestar queixa e depoimento. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que já iniciou as diligências, para identificar os suspeitos e recuperar os celulares roubados.

Informações preliminares apontam também que, antes de roubar a tripulação, os dois suspeitos do assalto arrombaram e roubaram aparelhos celulares de uma loja que fica ao lado do hotel.

O voo cancelado foi o 2027, da Gol Linhas Aéreas Inteligentes. O embarque seria para o Rio de Janeiro. Com esse cancelamento, uma fila de passageiros se formou no aeroporto.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Gol, que informou que ainda não foi notificada sobre o caso, mas que está apurando informações. No terminal, os passageiros contaram que foram informados sobre a possibilidade de remanejamento para outro voo às 9h

“Falaram que a tripulação estava hospedada em um hotel e acabou sendo assaltada. E aí iam remanejar para 6h30, só que não tinha o voo, já estava lotado. Aí ia ser com conexão, às 9h. Ainda não está confirmado. Estou viajando a trabalho e tenho compromisso agora pela manhã. Antes do meio dia eu tenho que estar lá. Caso chegue depois do meio dia, já perco o compromisso”, disse um dos passageiros, identificado como Vitor.

Um outro rapaz, que não teve nome divulgado, contou que viajaria para fazer uma prova de concurso, no domingo (15). Ele espera que a situação seja resolvida até lá.

“Eu estou viajando para fazer uma prova de concurso e elas estão viajando a turismo, mas todos nós temos transfer marcado já, então tem todos os transtornos de ter que remarcar passagem, a gente não sabe se eles vão querer ressarcir esses prejuízos. Estamos aqui esperando, tem informações desencontradas. Uma funcionária diz uma coisa, depois outro funcionário diz outra. A gente fica sem saber o que está acontecendo e o que precisa ser feito”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.