Breaking News
recent

Rodelas tem mais de 90% em CadÚnico em situação de pobreza e extrema pobreza

 

Rodelas tem mais de 90% em CadÚnico em situação de pobreza e extrema pobreza
Foto: Carlos Braga

As cidades de Rodelas, na divisa com Pernambuco; Cairu, no Baixo Sul; e Coronel João Sá, na divisa com Sergipe, registraram mais de 90% da população cadastrada no CadÚnico em situação de pobreza e extrema pobreza.

 

Em Rodelas, há 7.646 moradores nas condições referidas, o que dá um percentual de 92,08% da população cadastrada no programa do governo federal; em Cairu, 8.668 pessoas vivem em situação semelhante, ou 91,35% dos habitantes; e em Coronel João Sá, 12.242 seguem no mesmo problema, índice de 90,19% da população cadastrada no programa.

 

Baseados em informações de fevereiro passado do Cadastro Único, os dados foram enviados ao Bahia Notícias nesta quinta-feira (26) pela Secretaria de Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) da Bahia.

 

Outras duas cidades tem quase 90% da população cadastrada no programa em situação de pobreza e extrema pobreza.

 

São os casos de Antônio Cardoso e Coração de Maria, ambas no Portal do Sertão. A primeira tem 7.907 pessoas, ou 89,78%, na condição; enquanto que a segunda, 17.408, ínidice de 89,40%.

 

 

POBREZA CAI, MAS EXTREMA POBREZA CRESCE
Ainda segundo os mesmos dados, até fevereiro deste ano, a Bahia tinha 8.635.007 pessoas cadastradas no CadÚnico. Desse total, 5.759.234 estavam em situação de extrema pobreza, ou seja, percentual de 66,69%, enquanto que 608.442 estavam na condição de pobreza, ou 7,04% do total.

 

Já em fevereiro de 2021, a Bahia tinha 8.010.439 pessoas cadastradas no CadÚnico, com 5.164.496 em situação de extrema pobreza, percentual de 64,47%. Na situação de pobreza havia 613.660, ou 7,66%.


Pelo governo federal, famílias com renda per capita mensal de até R$ 100 são consideradas em situação de extrema pobreza. Já as com renda per capita de até R$ 200 estão na condição de pobreza.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.