Responsive Advertisement
Duas idosas, de 66 e 78 anos, foram detidas com outras duas pessoas suspeitas de integrar um grupo criminoso que aplicava golpes em benefícios do INSS em Orizona, no sul de Goiás. A Polícia Civil apreendeu documentos falsos usados pelo grupo para sacar os benefícios em agências bancárias.

A prisão ocorreu na quinta-feira (4) depois que a idosa de 66 anos tentou sacar o benefício com documentos falsificados. Funcionários do banco suspeitaram da fraude e alertaram a polícia, que abordou a idosa e os outros suspeitos em um carro, onde encontraram documentos falsos e R$ 4,4 mil em dinheiro. Além das idosas, uma mulher de 40 anos e um jovem de 25 foram presos, todos os suspeitos são do município de Trindade, apontou a investigação.

A Polícia Civil descobriu que a idosa de 78 anos também fez um saque de R$ 2,8 mil em uma agência de Urutaí com documentos falsos, momentos antes da abordagem da polícia.



O grupo estava em Orizona há uma semana tentando aplicar os golpes. Eles foram detidos em flagrante por estelionato e associação criminosa. A Polícia Civil divulgou as imagens dos suspeitos para identificar possíveis novas vítimas e prevenir novos crimes.

Post a Comment