Responsive Advertisement
O ex-prefeito de Eunápolis Neto Guerrieri (Avante) teve as suas contas de 2015 rejeitadas na Câmara Municipal da cidade, o que pode impedir sua candidatura nas eleições deste ano. A determinação da Câmara seguiu orientação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que rejeitou as contas do ex-prefeito no processo de número 02093e16.

Para contornar a situação e se tornar elegível no próximo pleito, em outubro, Guerrieri precisa recorrer à Justiça para a obtenção de uma liminar que anule a decisão da Câmara ou uma liminar para se candidatar sub judice.



Ainda diante das incertezas jurídicas, o ex-gestor municipal mantém seu nome na corrida pré-eleitoral no município do extremo sul do estado, e conta com apoio do presidente da Câmara, vereador Jorge Maécio, e do vice-prefeito Wanderson Barros. Neto Guerrieri lançou sua pré-candidatura a prefeito no dia 25 de maio.

Post a Comment