Responsive Advertisement
 Um Idoso de 71 anos foi preso, na quinta-feira (20), suspeito de estuprar três filhas e engravidar uma delas, na zona rural do município de Rafael Jambeiro, a cerca de 180 km de Salvador. Segundo informações apuradas pela TV Subaé, com a Polícia Civil, uma das vítimas, que tem 31 anos, alegou que o idoso é pai do seu filho, de um ano e seis meses. Ou seja, o suspeito seria ao mesmo tempo pai e avô da criança.


Segundo a Polícia Civil, será necessário a realização de um teste de DNA para comprovar o parentesco e o abuso.

A TV Subaé apurou que, além da filha de 31 anos, que teria engravidado dele, o suspeito tem outra filha, de 18, e uma adolescente de 13 anos, que também eram vítimas dos abusos .


O delegado responsável pela prisão do suspeito informou que o caso foi recebido pelo Conselho Tutelar do município, que constatou indícios dos abusos sexuais. O caso é investigado pela delegacia de Rafael Jambeiro.

Um policial militar foi preso suspeito de estuprar uma adolescente de 15 anos, quando a vítima estava a caminho da escola. O crime ocorreu na cidade de Itamaraju, no extremo sul da Bahia, e é investigado pela Polícia Civil.

Segundo informações passadas pela 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Teixeira de Freitas), a abordagem aconteceu por volta das 6h40 de quarta-feira (12), enquanto a adolescente se dirigia ao colégio onde estuda.

Imagens de uma câmeras de segurança mostram o momento em que o homem, que não teve nome divulgado, falou com a vítima.

O agente foi autuado em flagrante pelo crime de estupro qualificado, porque a vítima é menor de idade, e foi levado para o quartel da Polícia Militar, onde está preso à disposição da Justiça. A adolescente foi encaminhada para acompanhamento psicológico.



Entenda a cronologia dos fatos a partir do depoimento da vítima:

👉 O PM encostou o carro ao lado da adolescente e a ameaçou com uma arma, ordenando que entrasse no veículo dirigido por ele. Ela disse que somente ao entrar no carro notou que o motorista estava fardado.

👉 O suspeito perguntou a idade dela, se ela era virgem, o endereço e o número do telefone.

👉 No início da rua em que fica a escola onde ela estuda, o PM parou o automóvel e começou a beijá-la. Ele também passou a morder a boca dela e passar a mão nas partes íntimas, por cima da calça.

👉 O policial disse que iria “comê-la” dentro do carro e que não a levaria para outro lugar, porque estava indo para a cidade de Prado, que também fica no extremo sul baiano.

👉 O suspeito disse ainda que a esperaria na quinta-feira (13), às 10h, no ponto de ônibus

👉 Ao chegar em frente ao colégio, o PM baixou os vidros das janelas do carro, cumprimentou o vigilante que estava na porta da unidade de ensino e foi embora.

👉 A estudante desceu do carro e foi conversar com a diretora do colégio, a quem relatou a violência sofrida.

👉 A responsável pela escola convocou a mãe da menina e a orientou a procurar a delegacia da cidade, onde foi registrada a denúncia.



De acordo com a 8ª Coorpin, acompanhado de uma advogada, o PM alegou:

👉 Que ofereceu carona para adolescente, que esperava o transporte parada.

👉 Que no trajeto de aproximadamente um quilômetro, a convenceu deixá-lo beijar a sua boca, de forma consensual.

👉 Que não conhecia a adolescente e que foi a primeira vez que ofereceu carona para ela.

👉 Negou ter tocado as partes íntimas dela.

Post a Comment