Responsive Advertisement

 



O Bahia não tomou conhecimento do Bragantino, que ocupa o 6º lugar no Brasileiro, e venceu por 4 a 0, na Fonte Nova, na tarde deste domingo, 20/8. Com o triunfo, o Esquadrão de Aço aparece na 16ª posição, com 21 pontos. O Massa Bruta tem 32 pontos.

Jogos

Na próxima jornada, o Bahia mede forças contra o Botafogo, no Nilton Santos (RJ). Enquanto isso, o Bragantino vai atrás da recuperação contra o Cuiabá (MT), em casa.

A partida

O Bahia foi superior desde os minutos iniciais. Com marcação forte e sem dar respiro ao rival, o gol saiu na casa dos 8 minutos. Após bate-rebate dentro da área, Rezende chutou e venceu Cleiton, 1 a 0.

O gol fez o Bragantino ir ao campo de ataque e o goleiro Marcos Felipe apareceu. Em pelo menos duas vezes, o arqueiro do Bahia foi fundamental para segurar a vantagem.

Aos 37 minutos, novamente com a bola parada, o Tricolor achou seu gol. Vitor Hugo subiu sozinho e desviou para o fundo da rede, 2 a 0.

Inconformado com a atuação na etapa inicial, Pedro Caixinha fez três mudanças no intervalo, mas o Bragantino não tinha inspiração. Por outro lado, o Esquadrão de Aço mantinha o ímpeto e aproveitava os contra-ataques.

Exposto, o Braga sofreu mais um gol. Ademir invadiu a área e cruzou rasteiro para Mingotti entrar de carrinho e estufar as redes, 3 a 0. A vantagem poderia até ser maior, porém o chute de Thaciano explodiu no poste direito de Cleiton.

Na reta final do confronto, o Esquadrão de Aço conseguiu ampliar o marcador. Gilberto cruzou e achou Cauly, que bateu de primeira e venceu Cleiton, 4 a 0.

Ficha Técnica

Bahia 4 x 0 Bragantino

Local: Fonte Nova, Salvador (BA)

Data-Hora: 20/8/2023 – 16h

Árbitro: Arthur Gomes Rabelo (ES)

Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA-RJ) e Marcia Bezerra Lopes Caetano (RO)

VAR: Rodolpho Toski Marques (VAR-FIFA-PR)

Cartões amarelos: Kanu (BAH), Aderlan, Jadsom, Andrés Hurtado, Matheus Gonçalves (BGT)

Gols: Rezende (8’/1ºT) Vitor Hugo (37’/1ºT) Vinicius Mingotti (14’/2ºT) Cauly (38’/2ºT)

Bahia: Marcos Felipe; Gilberto, Kanu, Vitor Hugo e Camilo Cándido (Matheus Bahia, aos 33/2ºT); Rezende (Acevedo, aos 16/2ºT), Thaciano e Cauly; Ademir (Everaldo, aos 19/2ºT), Vinicius Mingotti (Vitor Jacaré, aos 16/2ºT) e Rafael Ratão (Yago Felipe, aos 33/2ºT). Técnico: Renato Paiva.

Bragantino: Cleiton; Aderlan (Andrés Hurtado, ao 0/2), Luan Patrick, Léo Ortiz (Lucas Rafael, ao 0/2) e Luan Cândido; Matheus Fernandes, Jadsom Silva e Gustavinho; Bruninho (Vitinho, ao 0/2), Thiago Borbas (Alerrandro, aos 16/2ºT) e Sorriso. Técnico: Pedro Caixinha.

Post a Comment