Responsive Advertisement


O Botafogo venceu o Guaraní-PAR por 2 a 1, de virada, na noite desta quarta-feira (2), pelo jogo de ida das oitavas de final da Sul-Americana, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Hugo e Tiquinho Soares, para o Botafogo, e Romeo Benítez, para o Guaraní, fizeram os gols da partida.

O confronto de volta está marcado para a outra quarta-feira, dia 9 de agosto, no mesmo horário, no Paraguai. Quem passar enfrenta o vencedor do confronto entre Emelec-EQU e Defensa y Justicia-ARG.

Para chegar até as quartas de final, o Botafogo pode empatar. Caso o Guaraní vença por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis.

Antes da decisão na Sul-Americana, o líder Botafogo tem compromisso pelo Brasileirão. Neste domingo (6), a equipe visita o Cruzeiro em Minas Gerais, às 18h30 (de Brasília), em confronto válido pela 18ª rodada. Já o Guaraní-PAR enfrenta o Olimpia também no domingo, mas às 17h (de Brasília), pelo Campeonato Paraguaio.

Como foi o jogo

A partida começou com boas chances para cada lado, mas foi o Guaraní que abriu o placar. Romeo Benítez anotou para a equipe visitante depois de uma boa construção de jogada.

O gol só fez com que a equipe paraguaia fosse ainda mais para cima. O Botafogo passou a tocar a bola no campo de defesa para buscar espaços, mas encontrou o Guaraní se posicionando de forma mais defensiva.

A equipe carioca passou a investir na jogada aérea para tentar mudar o marcador. O Fogão teve duas boas chances em sequência com cruzamentos na área, mas não bem sucedidos a ponto de gerar perigo para o goleiro Muñoz. 

Relacionadas

Grêmio dá chapéu em Botafogo e contrata João Pedro, do Fenerbahçe; confira

Juca: 'Será muito surpreendente se o Botafogo não for o campeão brasileiro'

Brasileirão tem Botafogo campeão do turno e soco que tumultua o Flamengo

Com mais intensidade, o Botafogo ficou muito perto do empate. Bolas na trave, chutes para fora e até mesmo furadas impediram que o Fogão mudasse o marcador ainda no primeiro tempo.


A volta do intervalo contou com o Botafogo mais ligado no jogo. Através da bola aérea, a equipe carioca teve sua primeira oportunidade clara para empatar, mas a cabeçada não foi forte o bastante.


A constância do Botafogo em busca do gol rendeu o empate. O Fogão não diminuiu o ritmo desde o início do segundo tempo, e com um golaço de Hugo, deixou o marcador igual.


O gol de empate só fez o Botafogo crescer ainda mais no jogo. A equipe passou a ser superior e ficou muito próximo da virada. O Guaraní tentou contra-atacar, mas pouco conseguiu reagir.


A virada aconteceu bem no finalzinho do jogo, com um pênalti a favor do Botafogo. Junior Santos foi derrubado, mas Tiquinho Soares foi quem pegou a bola e cobrou para decretar a vitória do time carioca.


Gols e lances importantes

1 x 0 - Com somente dois minutos de bola rolando, o Guaraní abriu o placar. Raúl Caceres fez uma bela jogada pela direita, e Moreira ficou livre para cruzar. Dentro da área, Romeo Benítez se posicionou bem para completar para mandar para as redes.

Foi um golaço, mas não valeu - Aos 12 minutos, o Guaraní marcou com Camacho, mas o gol foi anulado por conta da posição de impedimento do atacante, que recebeu o lançamento de Salomoni, tirou da defesa do Botafogo e bateu por cobertura contra Gatito Fernández.


Que perigo! - Com mais volume de jogo, o Guaraní desceu no contra-ataque, Adryelson afastou mal e Camacho quase achou um bom passe para Santander, que sairia de cara para o gol. A bola, porém, foi forte demais e ele não conseguiu chegar para finalizar.


Quase, Botafogo - Janderson fez a jogada pela direita e cruzou na área. Muñoz se enrolou todo com a bola, que sobrou para Eduardo dentro da área. O meia alvinegro perdeu o tempo de finalizar, mas conseguiu o escanteio.


Por muito pouco! - Tchê Tchê recebeu a bola e tocou para Marlon Freitas, que, mesmo de fora da área, mandou uma bomba em direção ao gol. Ela explodiu no travessão e foi para fora.


Chegada do Botafogo - Aos oito minutos da segunda etapa, o Botafogo conseguiu chegar claramente ao gol. Victor Cuesta subiu mais do que todo mundo na cobrança de escanteio e tocou na bola, mas ela parou na mão de Muñoz, que defendeu sem perigo.


1 x 1 - Com 19 minutos da etapa final, Hugo acertou uma bomba de fora da área e superou o goleiro Muñoz para empatar para o Botafogo no Nilton Santos.

FICHA TÉCNICA

Botafogo 2 x 1 Guaraní-PAR

Data: 02/08/2023 (quarta-feira)

Horário: 19h00 (de Brasília)

Competição: jogo de ida das oitavas de final da Sul-Americana

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Andrés Matonte (URU)

Assistentes: Richard Trinidad (URU) e Andrés Nievas (URU)

VAR: Leodan González (ARG)

Cartões amarelos: Eduardo (BOT), Gil Romero, Luis Martínez e Darío Ríos (GUA)

Cartões vermelhos: nenhum


Gols: Romeo Benítez (2'/1ºT), Hugo (19'/2ºT), Tiquinho Soares (44'/2ºT)

Botafogo: Gatito Fernández; Di Placido, Adryelson (Philipe Sampaio), Víctor Cuesta e Hugo; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Lucas Fernandes) e Eduardo; Gustavo Sauer (Matías Segovia), Janderson (Tiquinho Soares) e Victor Sá (Júnior Santos). Técnico: Bruno Lage.


Guaraní-PAR: Muñoz; Raúl Cáceres, Moya, Riveros e Salomoni; Gil Romero, Estivel Moreira (Barceló), Darío Ríos e Romeo Benítez (Gallardo); Santander e Camacho (Luis Martínez). Técnico: Juan Pablo Pumpido.

Post a Comment