Responsive Advertisement

O Botafogo venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 0 na noite de ontem(15), em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Eduardo e Di Plácido, ambos no segundo tempo, fizeram os gols do jogo no Nilton Santos.

O Botafogo controlou a partida em boa parte do tempo, mas só conseguiu chegar aos gols em dois vacilos da defesa adversária.

Com a vitória — a sexta seguida no Brasileirão—, o Botafogo chegou a 39 pontos e abriu 13 de vantagem sobre o Flamengo —que joga hoje  (16)—, na liderança. O Red Bull Bragantino segue com 24 e aparece no sexto lugar.

O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira (19), quando recebe o Patronato, às 19h (de Brasília), pela partida de volta dos playoffs da Copa Sul-Americana. O Red Bull Bragantino só volta a jogar no dia 23 de julho (domingo), contra o Internacional, em casa, pelo Brasileirão.

Como foi o jogo

O jogo começou elétrico no Nilton Santos. Em casa, o Botafogo tentou pressionar o Red Bull Bragantino desde os primeiros minutos. O time paulista, por sua vez, tentou explorar os espaços deixados pelo adversário na defesa.

Depois dos 10 minutos iniciais, o Botafogo passou a tomar conta do jogo e a criar chances reais de abrir o placar. A falta de precisão, no entanto, atrapalhou Luis Henrique e Eduardo, que tiveram as oportunidades mais claras.

Com o passar do tempo, o Bragantino conseguiu controlar a pressão do Botafogo e neutralizar as jogadas pelos lados do campo que vinham sendo construídas pela equipe carioca.

A partida foi para o intervalo com o Glorioso tendo mais posse de bola, ficando mais tempo no campo de ataque, mas sem conseguir voltar a assustar Cleiton.

Um susto nos primeiros movimentos acordou o Botafogo no segundo tempo. A partir de uma boa defesa de Lucas Perri em chute de Bruninho, o Glorioso voltou a controlar a partida no Nilton Santos.

A defesa do Bragantino, que vinha controlando bem Tiquinho Soares e companhia, foi a "melhor amiga" na etapa final. Em dois erros do adversário, o time da casa foi letal e abriu 2 a 0 no placar, ficando confortável no jogo.

Em vantagem, o Glorioso controlou a partida e não teve muitas dificuldades para conter as subidas ao ataque do Bragantino. Sem criatividade, o Massa Bruta pouco assustou Lucas Perri após ficar em desvantagem.

Lances importantes e gols

Tiquinho assusta - O Botafogo chegou com perigo nos primeiros minutos. Tiquinho recebeu no bico esquerdo da área, levou para o pé direito e bateu colocado, mas viu a bola passar próxima do ângulo esquerdo de Cleiton.

Mais uma! - Luis Henrique aproveitou passe errado de Juninho Capixaba no meio de campo, arrancou e finalizou rasteiro. A bola passou raspando a trave.

Quase gol contra bizarro - Cleiton recebeu um recuo com os pés e tocou para Luan Patrick. O passe foi curto e, pressionado, o zagueiro se livrou rápido, dando um chutão para o alto, mas a bola quase caiu dentro do próprio gol.

No travessão! - Júnior Santos fez lance individual, ganhou na velocidade de Juninho Capixaba e tocou para o meio. A zaga cortou mal e a bola se ofereceu para Eduardo. O meio-campista soltou o pé, mas viu ela bater no travessão, pingar na linha e sair.

Lucas Perri! - Em lance de bola aérea na área, Juninho Capixaba ficou com a sobra, driblou a marcação e finalizou de pé direito. Lucas Perri caiu no canto direito e segurou firme, parando a principal chance do Bragantino no primeiro tempo.

Ele de novo - Perri foi essencial para o Botafogo no primeiro lance do segundo tempo. Bruninho recebeu de Vitinho e, dentro da área, finalizou firme, mas o goleiro do Glorioso fechou bem o ângulo e defendeu.

1 x 0 - O gol do Botafogo saiu em uma falha de comunicação do Bragantino. Cleiton e Natan bateram cabeça em lançamento, Tchê Tchê ficou com a sobra na linha de fundo e tocou para trás. Livre, Eduardo só completou para o gol.

2 x 0 - O Botafogo ampliou o placar em novo vacilo envolvendo Natan. O zagueiro cortou mal um passe de Segovia, e a bola se ofereceu para Di Plácido. O lateral soltou o pé, cruzado, e não deu chances para Cleiton.

FICHA TÉCNICA
Botafogo 2 x 0 Red Bull Bragantino

Data: 15/07/2023 (sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Competição: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelos: Vitinho (RBB), Cuesta (BOT)
Gols: Eduardo (2'/2°T), Di Plácido (15'/2°T)

Botafogo: Lucas Perri; Di Placido, Adryelson, Victor Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Danilo Barbosa) e Eduardo (Gustavo Sauer); Júnior Santos (Matías Segovia), Luis Henrique (Carlos Alberto) e Tiquinho Soares (Janderson). Técnico: Cláudio Caçapa

Red Bull Bragantino: Cleiton; Andrés Hurtado, Luan Patrick, Natan e Juninho Capixaba; Matheus Fernandes, Lucas Evangelista (Thiago Borbas) e Eric Ramires; Bruninho (Sorriso), Eduardo Sasha e Vitinho. Técnico: Pedro Caixinha

Post a Comment