Responsive Advertisement

 

— Foto: Phael Fernades

A madrasta do bebê de 1 ano e 3 meses, que foi hospitalizado após engolir haxixe (lembrar), droga derivada da maconha, teve prisão preventiva decretada no domingo (11), em Salvador. Ela estava detida em flagrante e será encaminhada para o Complexo Penitenciário da Mata Escura nesta segunda-feira (12).

O bebê segue internado no Hospital Santo Antônio, das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), para onde foi regulado no sábado (10). Nesta manhã, não há detalhes sobre o estado de saúde da criança, que chegou a ser intubada.

O caso aconteceu na noite de sexta-feira (9) e a madrasta, que estava sozinha com a criança no momento da ingestão, alegou que o menino comeu a droga acidentalmente. Ela levou a criança para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Marcos, na companhia do pai do bebê.

Ele não foi preso e autuado pelo crime porque não estava no momento do ocorrido. A madrasta, que é uma jovem de 21 anos, foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio. (G1)

Post a Comment