Responsive Advertisement


O Real Madrid publicou, nesta segunda-feira (22), uma nota de repúdio contra racismo sofrido por Vinícius Júnior, na partida contra o Valencia, pelo Campeonato Espanhol. O clube apresentou a denúncia correspondente à Procuradoria-Geral do Estado, especificamente à Procuradoria contra crimes de ódio e discriminação.

Confira nota oficial:

O Real Madrid CF manifesta a sua mais forte repulsa e condena os acontecimentos ocorridos ontem contra o nosso jogador Vinícius Junior. Esses fatos constituem um ataque direto ao modelo de convivência de nosso Estado social e democrático de direito.

O Real Madrid considera que tais ataques também constituem um crime de ódio, razão pela qual apresentou a denúncia correspondente à Procuradoria-Geral do Estado, especificamente à Procuradoria contra crimes de ódio e discriminação, para que os fatos sejam investigados e apuradas as responsabilidades.

O artigo 124 da Constituição espanhola estabelece as funções do Ministério Público para promover a ação da justiça em defesa da legalidade e dos direitos dos cidadãos e do interesse público.

 Por este motivo, e dada a gravidade dos factos ocorridos, o Real Madrid recorreu à Procuradoria Geral do Estado, sem prejuízo do seu carácter privado no processo que está a ser instaurado“, disse o Real Madrid em nota.

Os atos racistas c0ntra o jogador Vinícius Júnior aconteceram no último domingo (21), após o Real Madrid. No momento, um grupo de torcedores do time da casa chamou o brasileiro de “macaco” durante a chegada do ônibus da equipe da capital espanhola ao estádio. Além de ser chamado de macaco, os torcedores do time adversário ainda classificou o atleta como “puto negro”, “filho da puta”, “cachorro”, “puto macaco” e “burro”.



Post a Comment