Responsive Advertisement

 

Em uma lista que inclui nomes de peso como Deltan Dallagnol (Podemos-PR) e Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), a Justiça Eleitoral brasileira tem cassado, em média, um deputado a cada duas semanas desde o início de 2023, como mostra um levantamento feito pelo GLOBO em todos os estados. Até esta terça-feira, nove representantes eleitos para a legislatura atual foram alvos de decisões pela perda de mandato — dois deputados federais, justamente Deltan e Crivella, e sete estaduais.

Há exatas duas semanas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, com base na Lei da Ficha Limpa, pela cassação de Dallagnol. A corte teve o entendimento de que o ex-procurador responsável pela Operação Lava-Jato deixou o Ministério Público para escapar de possíveis punições em processos administrativos. *Ler mais.

Post a Comment