Breaking News
recent

Cinco deputados negociam romper com o PT e apoiar ACM Neto


A dança das cadeiras dos políticos, buscando siglas que garantam melhores condições e chances de eleição no pleito de outubro, ganha um novo episódio a cada semana.  Neste momento, cinco deputados negociam romper com o Partido dos Trabalhadores (PT), para apoiar ACM Neto (DEM/UB). Um dos nomes citados nesta possível mudança é o do deputado estadual Dal (PP), mas segundo informações da assessoria de comunicação do parlamentar, ele ainda aguarda o posicionamento do Progressistas para tomar a decisão final.

"O deputado Dal segue na base, ele é do PP e aguarda o posicionamento do seu partido para que ele decida o seu futuro: se será candidato a deputado federal pelo partido ou por outra sigla. Existem muitas especulações a respeito do seu futuro, mas o que ele prega a todo momento é que aguardará o posicionamento final do PP", diz nota enviada pela comunicação do deputado.

O ex-prefeito de Salvador tem comemorado o crescimento da busca de lideranças da capital e do interior para apoiar a candidatura do democrata ao governo do estado.

A informação obtida pela coluna Vixe diz que as conversas estão bem adiantadas com muitos aliados do governador Rui Costa (PT) e do senador Jaques Wagner (PT). Tem prefeitos, ex-prefeitos, deputados e vários vereadores e lideranças do PP, do PSB, do PSD em conversa com o DEM. 

Entre os parlamentares  que podem mudar de lado estão os deputados estaduais Mirela Macedo (PSD), Dal (PCdoB), Marcelinho da Veiga (PSB) e os federais José Rocha (PL) e Bacelar (Podemos).

A ideia é que esses anúncios sejam feitos até o mês de março e surtam o efeito esperado pelos aliados do DEM, o de balançar as estruturas da base governista e construir uma onda pró-Neto.

Além de ACM Neto, a disputa pelo governo da Bahia conta com nomes como João Roma (Republicanos) e Jaques Wagner.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.