Breaking News
recent

ACM Neto pode unir rivais históricos em chapa ao governo da Bahia

 

Foto: Montagem/bahia.ba
Foto: Montagem/bahia.ba

 

Pré-candidato ao governo da Bahia, o ex-prefeito soteropolitano ACM Neto (DEM/União Brasil) pode unir rivais históricos em sua chapa ao Palácio de Ondina. Embora o martelo não tenha sido batido, especula-se nos bastidores que Neto pode ter na composição majoritária os deputados federais Marcelo Nilo (PSB) e Félix Mendonça Júnior (PDT), que estão rompidos desde 2015.

Na época, Nilo era filiado ao PDT. Depois de trocar farpas públicas com Félix, que preside o partido na Bahia, ele anunciou a saída da legenda. “Não tenho mais condições de permanecer em um partido com o presidente que nem me cumprimenta”, declarou o hoje deputado do PSB, na época.

Agora, os dois adversários políticos podem formar uma aliança no grupo de ACM Neto. Nilo tem conversado com agremiações partidárias da base do ex-prefeito para se filiar, e pode ser candidato a senador. Félix também tem, reservadamente, se movimentado para ser o postulante a vice-governador na chapa do pré-candidato ao governo do União Brasil.

Aliados ouvidos pelo bahia.ba torcem por essa formação da chapa. A avaliação é de que ACM Neto mostraria “capacidade de aglutinação” ao unir dois rivais na mesma composição. Além disso, a leitura é de que os votos de Nilo e Félix que, juntos tiveram 206 mil sufrágios na eleição de 2018, poderiam ser usados pelo ex-prefeito soteropolitano para conquistar novos quadros. Ou seja, as bases eleitorais dos deputados poderiam ser transferidas para obter aliados do grupo do governador Rui Costa (PT).

Neto tem dito, entretanto, que a sua chapa não está fechada. Além de Félix, o prefeito de Mata de São João, João Gualberto (PSDB), sonha em ser o vice de ACM Neto. Já o deputado federal Márcio Marinho (Republicanos) e o ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (DEM/União Brasil), querem ser postulante a senador. O feirense também topa ser vice. A expectativa é que o anúncio da majoritária da oposição ocorra entre final de março e início de abril.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.