Breaking News
recent

DEM e PSL aprovam fusão e criam União Brasil, que será maior partido da Câmara

 

DEM e PSL aprovam fusão e criam União Brasil, que será maior partido da Câmara
Os diretórios nacionais do DEM e do PSL decidiram nesta quarta-feira (6) aprovar a fusão entre as duas legendas. O novo partido vai se chamar União Brasil e usar na urna o número 44. A nova sigla terá, em um primeiro momento, a maior bancada da Câmara, com 82 deputados, além de quatro governadores, oito senadores e as maiores fatias dos fundos eleitoral e partidário. Será a primeira vez em 20 anos que a direita reúne tantos parlamentares em uma única agremiação. A última vez foi no segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso, quando o PFL (atual DEM) elegeu 105 representantes.

O presidente da legenda será o atual presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), e a secretaria-geral ficará com ACM Neto, que hoje comanda o DEM. 

“O União Brasil espera ser exemplo e inspiração”, diz ACM Neto
 
O ex-prefeito de Salvador ACM Neto disse que o União Brasil espera ser exemplo e inspiração e nasce com a “missão de resgatar o otimismo, reavivar o espírito positivo e restaurar a confiança dos brasileiros na política, na Democracia, no Brasil”. A declaração foi dada por ele em discurso na convenção que formaliza a fusão entre Democratas e PSL, dando origem à nova legenda, em evento realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.
 
“O União Brasil traz em seu nome a motivação, o embasamento e a finalidade que respondem pela sua criação. Nascido da fusão de dois partidos fortes e em ascensão – DEM e PSL –, o União Brasil é um somatório de forças que tem como propósito servir de base, de instrumento, de caminho para a pacificação, o entendimento, o diálogo construtivo, a conjunção de esforços que são imprescindíveis para a prosperidade e a paz que os brasileiros desejam e merecem ter”, afirmou.
 
Neto afirmou que o União Brasil também antecipa o movimento “tão necessário de amadurecimento e fortalecimento da Democracia brasileira por meio da por meio da aglutinação de ideais e de propostas comuns em um menor número de partidos políticos”.
 
“Nossa Democracia é jovem e é natural que em sua trajetória de aprimoramento se computem acertos, erros, ajustes. A miríade de partidos que temos hoje confunde o eleitor, favorece o fisiologismo, dificulta enormemente a construção de consensos direcionados pelo interesse nacional e mina a confiança dos brasileiros na política e na própria Democracia”, acrescentou.
 
“O União Brasil espera ser exemplo e inspiração. DEM e PSL vinham de trajetórias de fortalecimento e crescimento recentes. O DEM cresceu em mais de 70% o número de prefeitos e vereadores eleitos no último pleito. O PSL triplicou seu número de prefeituras. Não se constrói uma fusão entre duas forças políticas expressivas sem renúncia, muita flexibilidade e compromisso com o futuro”, complementou.

 No discurso, Neto ainda apresentou os 44 princípios abraçados pelo partido, em referência ao número que será utilizado pela nova sigla nas urnas. “Iniciamos a missão de resgatar o otimismo, reavivar o espírito positivo e restaurar a confiança dos brasileiros na política, na Democracia, no Brasil. Para isso, nossas principais ferramentas serão o diálogo, a transparência, o compromisso com a palavra empenhada, a excelência na formação de nossos quadros partidários, a prioridade do interesse coletivo, o amor pelo Brasil”, ressaltou.

Na Bahia, União Brasil terá cerca de 500 deputados, prefeitos, vices e vereadores

O União Brasil, novo partido formado pela fusão entre Democratas e PSL, terá na Bahia mais de 500 políticos em cargos eletivos, entre deputados federais e estaduais, prefeitos, vices e vereadores. A fusão foi formalizada nesta quarta-feira (6) durante convenção conjunta entre as duas legendas em Brasília, com a presença de lideranças e integrantes de ambas as agremiações de todo o país. 

No estado, o novo partido terá 39 prefeitos, aproximadamente 50 vice-prefeitos e mais de 400 vereadores. A bancada na Câmara dos Deputados chega a seis parlamentares e, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) serão sete cadeiras. Na Câmara Municipal de Salvador serão oito vereadores. 

“Vamos seguir trabalhando incansavelmente para fortalecer nosso grupo político e apresentar um projeto de mudança para a Bahia, sob a liderança de ACM Neto. Vamos unir a Bahia em torno de um projeto que apresenta soluções para os problemas deixados pelo PT ao longo desses 16 anos de governo no nosso estado”, afirmou o deputado federal Paulo Azi, presidente estadual do Democratas. Há uma tendência de que Azi seja conduzido à presidência da nova legenda no estado. 

Nacionalmente, o União Brasil terá a maior bancada na Câmara dos Deputados, com 82 deputados federais. No Senado serão oito cadeiras. No país, a sigla será presidida pelo deputado federal Luciano Bivar, que comandava o PSL.

'União Brasil fortalece muito pré-candidatura de ACM Neto ao governo', diz Bruno Reis

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, avaliou nesta quarta-feira (6) que a criação do União Brasil, partido que nasce da fusão entre Democratas e PSL, fortalece a pré-candidatura do ex-prefeito da capital ACM Neto ao Governo da Bahia em 2022. Bruno participa em Brasília, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, da convenção conjunta que formaliza a criação da nova legenda, que terá a maior bancada federal do país. 

“Fortalece muito a pré-candidatura do ex-prefeito ACM Neto, por conta do grande tempo de televisão e da estrutura partidária que esse partido tem, somado a um desejo de deputados estaduais e federais, de pré-candidatos, ex-deputados, candidatos a deputado se filiarem ao partido. Todo esse conjunto sem sombra de dúvidas irá ajudar a fortalecer ainda mais a candidatura de ACM Neto ao Governo da Bahia”, disse o prefeito da capital.

Bruno ressaltou que o União Brasil já nasce como o maior partido do país, que pode apresentar uma alternativa, uma pré-candidatura a presidente da República. “Partido que a gente já começa a perceber, nas conversas com as lideranças, os pré-candidatos a deputado estadual e deputado federal, o desejo de se filiar. Eu tenho certeza que hoje o partido, que já é o maior do Brasil, principalmente a partir de outubro do ano que vem, o União Brasil será sem sombra de dúvidas um partido com número expressivo de lideranças em nosso país”, afirmou.

Antes da convenção conjunta, Democratas e PSL realizam encontros para deliberar sobre a fusão entre as duas siglas. O evento reúne lideranças de todo o país de ambas as agremiações.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.