Breaking News
recent

Ministro da infraestrutura suspende agenda para monitorar bloqueios dos caminhoneiros

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Embora tivesse agenda programada para São Paulo na quarta-feira (8), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, permanece em Brasília deste a terça-feira (7) no monitoramento e nas negociações em torno da paralisação de caminhoneiros. Segundo balanço da pasta, subiu de 14 para 15 o número de estados com protestos e estradas bloqueadas. Além da Bahia, possuem pontos de concentração Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Rio de Janeiro, Rondônia. Maranhão, Roraima, São Paulo e Pará.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro pediu aos caminhoneiros para liberarem as rodovias. “Fala para os caminhoneiros aí que [eles] são nossos aliados, mas esses bloqueios aí atrapalham a nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo, em especial os mais pobres”, afirmou o presidente, em áudio distribuído na internet.

No Twitter, o ministério informou que pontos de bloqueio foram liberadores no Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais e na Bahia.

Na agenda que Tarcísio Freitas iria em São Paulo, o secretário-executivo Marcelo Sampaio e o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, representaram o ministério na assinatura do contrato da ligaão ferroviária da Linha-13 Jade (CPTM) ao aeroporto de Guarulhos. (Com informações do UOL)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.