Breaking News
recent

SEBRAE OFERECE ORIENTAÇÃO GRATUITA A MAIS DE 700 EMPRESAS NO SUL DA BAHIA

 

Sebrae oferece orientação gratuita a empresas com até R$ 360 mil de faturamento || Imagem iStock/Sebrae

A unidade do Sebrae em Ilhéus deu início às visitas presenciais dos Agente de Orientação Empresarial (AOE) do Programa Negócio a Negócio na última segunda-feira. A meta deste ano é atender a 769 microempresas localizadas na região sul da Bahia, inicialmente, com sede nas cidades de Ilhéus e Itabuna.

Estão aptas a aderir ao Negócio a Negócio empresas com faturamento anual bruto de até R$ 360 mil e que apresentem algum problema na área de gestão ou processo produtivo. Com o atendimento personalizado, especialmente desenvolvido para melhorar a gestão do empreendimento, o empresário terá oportunidade de receber auxílio para melhorar a gestão do seu negócio nos temas de finanças, mercado, planejamento, organização, pessoas, além de receber dicas de inovação e outros.

Segundo o gestor do programa na unidade do Sebrae em Ilhéus, José Carlos de Oliveira, os retornos dos empresários, após a adesão ao programa, são gratificantes. “Costumo dizer que o Agente de Orientação Empresarial é a presença do Sebrae onde ele não consegue ir. Existe uma grande satisfação dos empresários ao receber os agentes em suas empresas para aplicação das ferramentas sugeridas com base no que foi diagnosticado. É muito gratificante ouvir os resultados de melhoria após o programa”, enfatiza.

PROGRAMA

O programa Negócio a Negócio é dividido em duas fases de atendimento. Na primeira, o Agente de Orientação Empresarial, que é consultor credenciado do Sebrae, aplica um diagnóstico para identificar quais serão as ferramentas mais indicadas para implantação na empresa.

O segundo atendimento consiste no retorno do agente à empresa para apresentar o resultado do diagnóstico e orientar o empresário sobre a aplicação das ferramentas mais adequadas. Nessa etapa, o empresário também será orientado na elaboração do Plano Fácil Básico para iniciar as suas ações de utilização do Caderno de Ferramentas, no qual serão determinadas as prioridades de melhoria para o negócio.

Para esse ciclo, quatro agentes farão as orientações junto aos empreendedores. São eles Alda Ramos, Aquino de Oliveira, Cristiane Botelho e Viviane Santos, que estarão devidamente fardados e com crachá de identificação do programa. Todas as informações fornecidas pelos empresários são confidenciais.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.