Breaking News
recent

MÉDICO ALERTA QUE AUTOMEDICAÇÃO PODE CAUSAR DOENÇAS RENAIS

 

Médico Rodolfo Nascimento alerta para riscos da automedicação para os rins

Coordenador do Serviço de Nefrologia da Santa Casa de Itabuna, o médico Rodolfo Silva Nascimento alerta a população para os sintomas da doença renal e os riscos que o uso de medicamentos, anabolizantes e suplementos alimentares sem orientação de um especialista. Segundo ele, a falta de orientação pode até deixar a pessoa dependente de uma máquina de hemodiálise. O alerta é feito na véspera do Dia Mundial do Rim, 11 de março.

De acordo com o médico, as doses inadequadas de remédios podem causar complicações graves de saúde. O efeito acumulado gera lesão nos rins, por exemplo. “Essas lesões podem ser causadas não somente pelos anti-inflamatórios e antibióticos, mas também pelo uso de vitaminas D em excesso. Essa situação pode agravar-se naquele paciente que já tem uma disfunção renal. Ele não sabe da alteração nos rins, toma medicação e tem a sua situação agravada”.

O especialista afirma que as pessoas devem ter cuidado para o uso excessivo de vitaminas e observa que, nos últimos 12 meses, com a pandemia da Covid-19, aumentou muito o consumo delas. “O excesso de vitamina D, por exemplo, causa intoxicações, que podem ser leves ou até mais graves, com paciente precisando fazer hemodiálise. Por isso, é preciso ter muito cuidado na administração e dosagem dessas vitaminas”, alerta.

Nascimento relata que quase toda a semana são atendidas, na unidade, pessoas que fizeram automedicação, colocando a vida em perigo. “Há muitos casos de uso de medicamentos sem prescrição médica. Estamos tendo cada vez mais lesões renais. Pacientes que entram em hemodiálise por causa do uso impróprio de remédios durante um longo período (por até cinco anos)”.

BENEFÍCIOS DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

As pessoas, alerta Rodolfo Nascimento, podem adotar alguns cuidados para o bom funcionamento dos rins, a exemplo de alimentação saudável, com cardápio que priorize frutas, verduras e legumes. “Além disso, atividades físicas e tomar água na medida certa também ajudam no processo”, explica o coordenador da Nefrologia da Santa Casa de Itabuna.

De uma maneira geral, observa o nefrologista, a pessoa saudável, que se alimenta bem, com frutas, legumes, verduras, e não faz uso excessivo de gorduras, açúcar e sal e alimentos embutidos, teoricamente, não precisa fazer uso de vitaminas. “A não ser que essa pessoa esteja passando por um processo de doença, esteja com alteração de algum sistema, seja ele cardíaco e hepático”.

Ele explica que fazer exercícios físicos é excelente alternativa para a manutenção da saúde, mas pontua que existem tipos diferentes de exercícios para cada grupo de pessoas. “Isso depende de fatores, como idade, problemas de saúde. O exercício pode ser leve, como caminhadas, e traz vários benefícios, como prevenção de doenças cardiovasculares, infartos, Acidente Vascular Cerebral (AVC), além de ajudar na questão da depressão”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.