Breaking News
recent

Justiça cassa candidatura de Lindbergh Farias no RJ

 

A 23ª Promotoria Eleitoral do Rio de Janeiro acolheu nesta quarta-feira (21), um pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) e cassou a candidatura do petista Lindbergh Farias para o cargo de vereador no estado. O namorado de Gleisi Hoffmann pode recorrer da decisão. No pedido de cassação, o MPE cita a suspensão de direitos políticos de Lindbergh em dezembro de 2019. Na época, o ex-senador foi condenado pela 1ª Câmara Cível do TJRJ por lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito. O MP explica que “na referida condenação” foi identificado que Lindbergh realizou “propaganda pessoal antecipada, no ano de 2008, por meio de veiculação em caixas de leite distribuídas à população de baixa renda, nas quais, além do uso do logotipo estilizado e das cores da Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu nas caixas de leite, a promoção pessoal restou ainda mais evidenciada nas ‘cadernetas-sociais” que foram distribuídas para cerca de seis mil famílias, para o controle do recebimento periódico do leite por cada família, nas quais constavam, expressamente o nome do então prefeito, Lindbergh Farias”. A Promotoria Eleitoral entendeu que o então candidato petista encontra-se inelegível. (Gazeta Brasil)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.