Breaking News
recent

. Após fala de pastor, Saúde terá que desmentir que feijão pode curar coronavírus

 

Foto: reprodução/redes sociais
Foto: reprodução/redes sociais

 

O Ministério Público Federal (MPF) obrigou o Ministério da Saúde a desmentir outra vez que o cultivo de feijão não possui eficácia na cura do novo coronavírus. A decisão foi tomada após o pastor evangélico Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, afirmar em vídeos que estava vendendo grãos supostamente milagrosos que teriam o poder de curar a Covid-19.

A nova ordem foi expedida pela Vara Cível Federal de São Paulo e após ação civil pública apresentada pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, órgão do MPF no estado. A decisão deverá ser cumprida em até 15 dias.

“Ao Ministério da Saúde cumpre apontar o que funciona e o que não funciona contra a covid-19. Ao fazê-lo desse modo, não melindra injustamente qualquer credo, apenas cumprindo mandamento constitucional que determina a proteção, a promoção e a recuperação da saúde”, diz parte da decisão.

Em junho deste ano, a Saúde já havia alertado que a informação se tratava de “fake news”, após decisão do MP. Contudo, a mensagem foi retirada do ar sem explicação um dia após a pasta anunciar que havia acatado a requisição do órgão.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. O feijão milagroso do Valdemiro Santiago não cura ninguém de nada mas deixa Valdemiro mais rico rindo atôa

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.