Breaking News
recent

Hospital Regional Costa do Cacau inicia campanha Setembro Verde 202

Setembro Verde 2020 1 1024x768 - Hospital Regional Costa do Cacau inicia campanha Setembro Verde 202 - reclame bocaDurante a abertura do Setembro Verde, mês de campanha nacional de doação de órgãos e tecidos, no ano passado, funcionários do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, se reuniram na frente da unidade e fizeram uma bela homenagem à ação, soltando balões verdes. Também aconteceram diversas atividades para conscientização sobre o tema.

Agora em 2020, muitas mudanças na programação referente à campanha foram impostas pela pandemia do novo coronavírus. Porém, a sensibilização sobre a doação de órgãos deve ser intensificada, de maneira mais cautelosa, priorizando a segurança sanitária para evitar o contágio da Covid-19. Estão proibidos encontros que formem aglomerações e o trabalho será direcionado de forma mais individualizada para que a mensagem dessa causa tão importante seja repassada.

De acordo com Ronaldo Pereira, coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do HRCC, em setembro de todos os anos, profissionais de saúde, também da área do transplante e da doação desenvolvem ações educativas, de mobilização, entre outras para debaterem a importância de ser um doador. “É muito importante propagar o amor ao próximo, através de um ato grandioso e generoso que é a doação. Isso pode mudar a vida de milhares de pessoas que aguardam na fila de espera”, comentou.

Impacto da pandemia – O enfermeiro indicou que este ano estão suspensas as distribuições de panfletos e outros materiais para evitar o contágio da Covid-19. “Ficamos impossibilitados de fazer algumas coisas, estamos estudando alternativas seguras junto com a Organização de Procura de Órgãos (OPO). O mais importante, não deixaremos de transmitir essa mensagem, seja com bandeiras, faixas e atividades sem riscos para as pessoas”, disse.

O coordenador ainda citou que a pandemia do novo coronavírus causou impactos na doação de órgãos. “Desde março, a Sesab implantou ajustes necessários nas rotinas e condutas para garantir a segurança dos profissionais e dos pacientes envolvidos. Parte do serviço da doação teve uma redução na disponibilidade, por exemplo, de tecidos oculares para fins terapêuticos. Os protocolos adotados, com testes eficazes para detecção da Covid-19, indicam o restabelecimento gradual do serviço, no caso das situações emergenciais, estas sempre foram atendidas, não tiveram suspensão”, concluiu

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.