Segunda-feira de muita confusão no comércio de Itabuna

O clima é tenso em Itabuna, diante a iniciativa de alguns comerciantes de abrir suas lojas mesmo sem autorização oficial da Prefeitura. A avenida do Cinquentenário e ruas transversais, no centro da cidade, estão ocupadas pela polícia, bem como por guardas municipais. Concentrados, esses setores de segurança saíram do jardim do Ó e desceram a Cinquentenário, avenida onde está a maioria das lojas de Itabuna. Todo aquele comerciante que insiste em abrir é notificado e orientado a aguardar uma decisão em decreto. Tudo isso está acontecendo porque, na semana passada, o prefeito Fernando Gomes anunciou em entrevistas que a reabertura do comércio itabunense seria realmente a partir de hoje. Contudo, o Ministério Público rechaçou a ideia. O MP argumentou que a transmissão do Coronavírus ainda não está sob controle na cidade. Aqui, de acordo com o boletim epidemiológico, o número de pessoas infectadas passa de 1.100. Já a quantidade de óbitos caninha para 50. Com base nesse cenário, o Ministério Público pediu à Prefeitura um relatório técnico. Ou seja, espécie de prova de que o comércio já reúne condições de reabrir. Esse relatório, porém, ainda não foi entregue ao MP. Enquanto isso, os comerciantes são obrigados a se contentar com o prejuízo já que estão há três meses de portas fechadas. Com faturamento zero, eles não perdem a oportunidade de se queixar da Prefeitura e do governo do estado. Alegam, portanto, perseguição. (Diário Bahia)
Share on Google Plus

About Josevan

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Postar um comentário