Breaking News
recent

Recordista de punições pelo TCM, ex-vereador de Salvador assume a Ouvidoria do Estado

Recordista de punições pelo TCM, ex-vereador de Salvador assume a Ouvidoria do Estado
Foto: Divulgação
Com recordes de multas aplicadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o ex-presidente da Câmara Municipal de Salvador, Valdenor Moreira Cardoso, assumiu a Ouvidoria do Estado no lugar de Carlos Geilson nesta terça-feira (02).

O ex-deputado estadual deixou a Ouvidoria para disputar a Prefeitura de Feira de Santana. Sua exoneração foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (03).

Segundo decreto do governador Rui Costa (PT), Valdenor, que ficou à frente da Câmara Municipal por quatro anos e teve todas as contas reprovadas pelo TCM, ficará de forma interina no lugar de Geilson.

Valdenor tem um histórico de punições aplicadas pelo TCM. Em 2012, ele foi condenado a devolver a quantia de R$ 1.613.974,37, com recursos próprios, para os cofres públicos por suspeitas de ter feito publicidade autopromocional quando era presidente do parlamento soteropolitano.

Ele também foi acusado em 2011 pelo TCM de ter assinado contratos irregulares com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Na época, ele fechou um contrato com a UNEB no valor superior a R$ 1.1 milhão para cursos de inteligência emocional, informática e qualidade de vida, quando o orçamento da Casa previa um gasto de, no máximo, R$ 628.200.

Em 2009, o TCM também rejeitou as contas da Câmara, sob o comando de Valdenor. A acusação da vez foi a realização de pagamentos ilegítimos de verba indenizatória aos vereadores. Na época, a relatoria determinou o ressarcimento aos cofres públicos municipais da quantia de R$ 1.638.110,00.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.