Breaking News
recent

Morre Xará, ícone da cultura raiz de Porto Seguro, aos 56 anos

Edmundo dos Santos Damasceno (Xará), 56 anos, importante símbolo da cultura raiz de Porto Seguro, faleceu por volta das 21 horas deste domingo (14). Ele estava internado na UTI do Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães, desde o dia 6, devido insuficiência renal crônica e insuficiência cardíaca. Dono do maior acervo de fotografias da história de Porto Seguro, Xará com suas charadas nas redes sociais, mexia com os sentimentos alheios, com lembranças que dão saudade. Quando ele abria o baú, era como viajar no tempo, “valendo um litro de licor de jenipapo da Inácia, que lugar é este?”, era rolete de cana, bolo de fubá, canjica, guaiamum cevado, dentadura de gelatina, porção de pirão de leite, paçoca de banana da terra, porção de bugigão, picolé de jaca e por aí vai, prêmios esses que eram disputados nas redes sociais. Peça fundamental na imprensa do município, era o primeiro a chegar, e a contribuir para o brilho folclórico da nossa cultura, presente em todos os eventos, onde tinha festejos, Xará estava lá, tinha experiência de sobra na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Patrimônio Cultural, jornalista da melhor qualidade, ninguém conhecia mais do que ele, seus registros, através da sua companheira, a inseparável máquina fotográfica, deixava todos ansiosos pós carnaval, festa sagrada ou profana. Ele, chamava a atenção de todos, encantava com a sua simplicidade e dedicação pela cultura. (Na Mídia)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.