Breaking News
recent

Estufas solares vão melhorar qualidade de amêndoas de cacau de agricultores familiares do Sul da Bahia

Agricultores familiares ligados à Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), localizada no município de Ibicaraí, agora contam com estufas solares que prometem melhorar a qualidade da amêndoa de cacau produzida e, também, a renda de 105 famílias.  
Estufas solares vão melhorar qualidade de amêndoas de cacau de agricultores familiares do Sul da Bahia 
Inicialmente, foram entregues 20 equipamentos pelo Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, nas comunidades Jacarandá e Bela Vista e nos assentamentos Córrego Grande, Santana, Vila Izabel e Loreta Valadares. A previsão é nos próximos dias sejam entregues mais 25.  
Segundo o presidente da Coopfesba, Osaná Crisóstomo, o investimento foi realizado por meio do edital Alianças Produtivas e já foram implantados 20 casas de fermentação, 20 cochos e entregues mudas de cacau e kits de manejo: “Agora chegou mais um benefício, a área de secagem com as estufas que irão melhorar o processo de amêndoa de cacau. As estufas solares vão ajudar trazendo um diferencial e maior qualidade às nossas amêndoas, e, consequentemente, um chocolate de qualidade, de alto padrão”.  
O agricultor familiar Wilson Lima, da comunidade de Bela Vista, comemora a chegada da estufa: “Antes eu secava minha amêndoa numa lona no chão, agora teremos mais higiene e um manejo adequado”.  
As amêndoas produzidas pelos agricultores familiares ligados à Coopfesba, dão origem aos chocolates finos produzidos pela Bahia Cacau, primeira fábrica de chocolate da agricultura familiar do país, gerida pela cooperativa.  
Além do Alianças Produtivas, a Coopfesba também foi contemplada no edital de fruticultura do Bahia Produtiva. Já foram investidos mais de R$877 mil, com foco na qualidade da amêndoa, destinados do plantio ao chocolate no município, R$ 1,9 milhão no acesso ao mercado e mais de R$ 642 em assistência técnica. 
O Governo da Bahia, por meio do Bahia Produtiva, vem investindo na cadeia produtiva do cacau. São R$10 milhões de investimentos em projetos voltados para o fortalecimento da cacauicultura nos Territórios de Identidade Médio Rio de Contas, Litoral Sul e Baixo Sul. 
O Bahia Produtiva é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.