Breaking News
recent

Saiba como o seu sono ajuda no combate ao coronavírus

A média da duração do sono diminuiu nos últimos anos. Devido à correria do dia a dia e à rotina exaustiva, as pessoas estão dormindo cada vez menos. O problema é que nem todo mundo sabe como a quantidade de horas de sono influencia diretamente na imunidade do nosso organismo.
Segundo o Instituto do Sono de SP, quem dorme menos de cinco horas por noite está 5 vezes mais propenso a desenvolver problemas de saúde, como resfriados e gripes. Já quem dorme de seis a sete horas tem 3 vezes mais chances de desenvolver doenças.

Isso acontece porque durante o sono é feita a manutenção do organismo e a produção das células de defesa. Quem dorme mal prejudica as respostas a um desafio imunológico, como o Coronavírus. Além disso, é durante a noite que nosso organismo metaboliza os radicais livres, que recompõem as funções cardiorrespiratórias.
Com base nisso, conclui-se que dormir bem e pelo menos sete horas por noite turbina a imunidade, tornando-se uma das principais formas de combater a COVID-19.
Para ter uma noite de sono completa e tranquila, alguns itens são importantes:
  • Criar um ambiente favorável: tomar um banho quente, evitar atividades que aceleram o cérebro, reduzir a iluminação e os barulhos;
  • Ter uma alimentação saudável: fazer uma boa refeição até 2 horas antes de ir dormir, evitar ingerir cafeína, dar preferência para o abacate, a banana, espinafre, couve, sementes, amêndoas, castanhas e nozes;
  • Investir em bons equipamentos: verificar se o seu colchão é adequado, fazer uma pesquisa e ver se não está na hora de trocar de colchão. Lembrando que dormir em bons travesseiros é tão importante quanto.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.