Breaking News
recent

Exclusivo: ACM Neto fará troca gradual de secretários; veja quem sai e quem fica

[Exclusivo: ACM Neto fará troca gradual de secretários; veja quem sai e quem fica]

Alguns secretários do prefeito ACM Neto (DEM) terão que deixar a Prefeitura de Salvador até a próxima sexta-feira, dia 3, prazo máximo estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral para quem vai se candidatar em 2020. Eles irão tentar vagas na Câmara Municipal. O gestor soteropolitano, no entanto, fará uma troca gradual dos comandos diante da pandemia do novo coronavírus. A tendência, , é que os subsecretários assumam a maioria das pastas por enquanto. Foi feito  um levantamento exclusivo e extraoficial sobre quem fica e quem sai.
"Com esse problema do coronavírus, é bem difícil ele tomar qualquer decisão. Se você ver, tanto ele, como também o governador [Rui Costa], estão muito abatidos com isso. O objetivo dos dois é salvar vidas", revela um interlocutor ligado a gestão municipal, em condição de anonimato, para a reportagem. Outra fonte lamenta o momento: "Era mais fácil acertar na loteria do que apostar nisso. O coronavírus bagunçou tudo".
Na Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco (DEM) volta para a vereança e vai tentar a reeleição, sendo substituído ex-deputado estadual Pablo Barrozo. Alberto Pimentel, principal aposta do PSL em Salvador tende a deixar a Secretaria Municipal do Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) nas mãos de Vinícius Teles, segundo fontes próximas a ele.
A grande surpresa se dá pela possibilidade de Marcus Passos assumir a Ordem Pública (Semop) no lugar do vereador Felipe Lucas (MDB). A reportagem recebeu a informação de que são grandes as chances de ele acumular a nova função simultaneamente com o comando da Limpurb, que é uma empresa de economia mista. "É possível, porque ele já foi de lá", revela uma fonte do Palácio Thomé de Souza. Procurado, Passos nega que tenha recebido o convite. "Não estou sabendo. Até o momento, ninguém na prefeitura me procurou para comentar nada. Acho meio difícil. Faltam apenas dois dias para a desvinculação de Felipe", ressaltou. Roberta Caires, titular da diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon), terá que sair.
O PSC aguarda uma conversa com Neto para definir qual será o substituto de Alberto Braga, titular da Companhia de Governança Eletrônica (Cogel). Presidente da sigla no estado, Heber Santana é cotado para o cargo. Procurado, ele nega que haja uma decisão a respeito do assunto. "Alberto está na Cogel e vai sair agora. Isso inclusive, acredito eu, gera essa expectativa. Alguém vai ter que ir para o lugar dele. Isso está em aberto, porque o prefeito ainda não tratou disso. Infelizmente, a pandemia do coronavírus prejudicou tudo". O Diretor de Governança Tecnológica da companhia, Elton Rodrigues, também é cotado para deixar a pasta e se lançar como candidato.
André Fraga, por sua vez, será a grande aposta do PV para a Câmara Municipal de Salvador e ainda não tem substituto definido. A pasta tem como subsecretário João Resch. Alysson Correia Carvalho, Inspetor Geral da Guarda Civil Municipal de Salvador, é outra aposta para o pleito. Nos bastidores, dizem que ele pode sair como candidato pelo PSL.
ELES FICAM - BNews também apurou outros nomes que já foram especulados como postulantes. Pela legislação, o prazo de afastamento para candidatos a prefeito é de até quatro meses. O principal integrante do grupo carlista, o vice-prefeito Bruno Reis (DEM), continuará por enquanto na secretaria municipal de Infraestrutura e Obras Públicas antes se lançar como postulante a prefeito de Salvador. "Meu prazo é 4 de junho", declarou Bruno para a reportagem. Ele afirma, ainda, que é "cedo" pensar em um substituto. No mesmo caminho, Leo Prates, outro pré-candidato do grupo carlista pelo PDT, continuará na Secretaria Municipal de Saúde até o mesmo prazo. Nos bastidores, especula-se que, quando ele sair, o comando cairá nas mãos da subsecretária Lucimar Rocha, que atua por lá desde o início do mandato de Neto. A saber.
A vereadora Rogéria Santos não será candidata a reeleição após uma decisão da cúpula Repúblicanos e continua no comando da Secretaria Municipal de Politicas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ). Ana Paula Matos, secretária municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) e apontada como um dos novos destaques da gestão do prefeito ACM Neto, também continuará na pasta. Kaio Moraes, atual chefe de gabinete do prefeito, desistiu da ideia de se lançar no pleito. Almir Melo, da Agência Reguladora e Fiscalizadora dos Serviços Públicos de Salvador, também não deverá se lançar como candidato no interior da Bahia.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.