Breaking News
recent

Namorado da empresária é principal suspeito de assassinato

A Polícia Civil desvendou o mistério envolvendo o assassinato do comerciante Bruno Lino de Andrade Loureiro, que foi encontrado morto, numa praia de Canavieiras, no sul da Bahia, na quinta-feira (7) passada. O principal suspeito do crime foi preso no sábado (8) e levado para a sede da 7ª Coordenadoria da Polícia Civil em Ilhéus. De acordo com a polícia, o crime foi planejado e cometido por Erionaldo da Cruz dos Santos, com ajuda de outras duas pessoas, que não tiveram os nomes divulgados. Para o delegado Renato Fernandes, que conduz o inquérito, a morte do comerciante está relacionada ao controle da pousada, onde Bruno Loureiro era gerente e tinha uma procuração para cuidar da parte financeira. Ele também tinha um comércio no centro de Canavieiras. Bruno Loureiro tinha o documento porque a dona do estabelecimento, uma alemã, está em situação irregular no Brasil e não poderia abrir contas e fazer transações financeiras, conforme informações do delegado. A polícia acredita que Erionaldo da Cruz matou a vítima para assumir o controle da pousada em Canavieiras. Segundo a polícia, o acusado é atual namorado da dona do estabelecimento. O delegado diz que tem provas técnicas e depoimentos que apontam Erionaldo da Cruz como principal autor do crime. A dona da pousada também é investigada e teve o passaporte retido. A polícia descobriu que um tiro foi disparado na boca de Bruno e a bala ficou alojada no crânio da vítima. Erionaldo da Cruz, que nega ter envolvimento no assassinato, teve a prisão decretada, pela justiça, por um período de 30 dias. A polícia está procurando outras duas pessoas suspeitas de participação no crime.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.