Breaking News
recent

Ministério Público recomenda anular concurso em Itapitanga

O Ministério Público Estadual recomendou a anulação imediata do Concurso Público realizado em 29 de janeiro do ano passado. De acordo com o MP, foram constatadas diversas ilegalidades insanáveis no concurso público, dentre elas a quantidade de questões. De acordo com o edital, deveriam ser aplicadas 50 questões, mas só foram aplicadas 40, o que, segundo o MP, afronta o princípio da legalidade, além de comprovadamente as questões terem sido copiadas integralmente da internet, de outros concursos e seleções, violando o princípio do imediatismo e da razoabilidade. O Prefeito Irasvan Barcelos, Dr. Ravan, tem um prazo de cinco dias para atender a recomendação do Ministério Público e a devolução dos valores referentes as inscrições para o certame em virtude da anulação.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.