Breaking News
recent

Base de Rui Costa só deve afunilar candidatos em abril para evitar fuga de lideranças

Base de Rui Costa só deve afunilar candidatos em abril para evitar fuga de lideranças
Foto: Manu Dias/GOVBA

Parte da base do governador Rui Costa (PT) acredita que o afunilamento de candidatos à prefeitura de Salvador só deve acontecer em abril após o encerramento da janela para a filiação partidária. A avaliação é de que a medida pode evitar a fuga de lideranças políticas e comunitárias de uma sigla para outra ou até mesmo para o grupo do prefeito ACM Neto (DEM). 

 

Presidentes de partidos ouvidos pelo Bahia Notícias disseram que, para assegurar a presença de lideranças, é preciso garantir que as legendas terão postulantes ao Palácio Thomé de Souza. Tal iniciativa, na avaliação dos caciques, amplia a chance da liderança conquistar um assento na Câmara de Vereadores. Parte do grupo de Rui considera a postura incorreta porque "prende" as pessoas na agremiação partidária.

 

Além disso, o entendimento é de que o afunilamento só deve acontecer depois de abril para avaliar o cenário nacional. Também para analisar quais os pré-candidatos têm mais potencial eleitoral para entrar na corrida. O governador já manifestou o desejo de ter só três candidatos ao Palácio Thomé de Souza. A intenção é ter um postulante de esquerda, outro de centro-esquerda e um nome mais ligado ao campo conservador.

 

Só o PT tem hoje cinco pré-candidatos: Vilma Reis (socióloga), Moisés Rocha (vereador), Robinson Almeida (deputado estadual), Fabya Reis (secretária) e Juca Ferreira (ex-ministro).

 

O PCdoB lançou Olívia Santana (deputada estadual). O PP tem Niltinho (deputado estadual). O Podemos vai de Bacelar (deputado federal). O PL tem Irmão Lázaro (ex-parlamentar). O PSD tem Manassés (ex-parlamentar), Alan Castro (deputado estadual) e Angelo Coronel (senador). O PSB tem como pré-candidatos Lídice da Mata (deputada federal) e Silvio Humberto (vereador). 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.