Breaking News
recent

Clímax feminino: ginecologista explica como alcançar o orgasmo

A dificuldade de alcançar o orgasmo é uma realidade comum para muitas mulheres. De acordo com uma pesquisa realizada pela escola Prazerela, que tem como missão apoiar mulheres a se empoderar de seus corpos através do prazer, 74% das entrevistadas não conseguem chegar ao clímax durante o ato sexual.
Foto: divulgação
Na pesquisa, elas ainda admitiram que a masturbação é o melhor caminho para chegar lá. A ginecologista e obstetra Cristiane Schnekenberg garante que existem diferentes formas de sentir prazer, que são detalhadas no seu livro 'Um espelho para Vênus'.

Segundo Cristiane, o ideal é que a mulher conheça melhor o próprio corpo e compreenda como funciona, pois cada mulher tem suas particularidades. “Não há um consenso sobre as rotas de acesso ao orgasmo. O estímulo do clitóris é a via mais conhecida, reconhecida e aceita. O suposto ponto G, localizado na parede vaginal anterior, é ainda motivo de controvérsias. Muitos estudos avaliando fatores anatômicos e funcionais tentam desvendar essa mecânica, não se tendo ainda conclusão definitiva. Atualmente, se cogita a possibilidade de que um dos pontos de partida para o orgasmo seja também o estímulo no colo do útero ou ainda que se possa alcançá-lo somente com o pensamento e a imaginação, sem a necessidade de estímulo físico", explicou a especialista.

No livro, a ginecologista releva que existem quatro modalidades de orgasmo. "Clitoridiano, vaginal, do colo do útero ou por pensamentos. Entretanto, podemos concluir: orgasmo é orgasmo. O que interessa é o alvo a ser alcançado (neste caso, o cérebro), não importando de onde parta o estímulo. Algumas mulheres podem ser mais propensas a responder com facilidade a partir de uma ou outra forma, mas não obrigatoriamente a partir de todas

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.