Breaking News
recent

Intérprete de Hebe no cinema, Andréa Baltrão diz: ‘Ela estaria contra o assassinato de gays

Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Convidada para viver o papel de Hebe Camargo em seu filme biográfico, “Hebe – A Estrela do Brasil”, Andréa Beltrão falou sobre o desafio de interpretar a apresentadora e afirmou que hoje, aos 90 anos, ela estaria revoltada com a violência contra “gays” e “mulheres”.
“Ela estaria gritando sobre o feminicídio, ela estaria batendo nesse assunto e contra o assassinato de gays e LGBTI, acho que pra ela isso seria a morte, seria uma coisa incompreensível, da selvageria que se fazem com as pessoas”, disse a atriz, em entrevista ao UOL.
Aos 55 anos e com uma extensa carreira ne televisão, com inúmeros papéis também no cinema, André Beltrão admite que sentiu um “desespero” ao aceitar o desafio. A falta de semelhança física e o sotaque também lhe deixaram insegura:
“No começo, uma euforia de ‘poxa, que barato’, mas rapidamente um desespero, porque vi que era uma pessoa muito singular, de personalidade forte, com características marcantes. Pensava: ‘Não vai dar’. Fisicamente não pareço com ela, sou carioca, o sotaque dela é de paulista de Taubaté”.
Em compensação, teve uma grata surpresa na hora do figurino, que foi autorizado pela família a ser composto por peças que perteceram a Hebe. “Todos os sapatos de Hebe couberam no meu pé”, contou Andréa, que ficou ainda impressionada com a coleção de joias e roupas.
“As roupas, peles, joias, sapatos, tudo… Todos os sapatos da Hebe couberam no meu pé. A sapataria que a Hebe tinha no closet dela, acho que dá para fazer um filme, pagar os recursos, as joias nem se fala. Teve esse lado divertido. A questão interessante não era usar um sapato Chanel [grife francesa], mas é que era dela, tinha a marca do pé dela, o suor do pé dela, o salto gastado do jeitinho que ela andava, isso dizia muito”, lembra a atriz.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.