Breaking News
recent

Artistas que integram o programa Carnaval Ouro Negro cobram pagamento a Rui Costa

Os artistas que integram o programa Carnaval Ouro Negro, criado há oito anos pela Secretaria de Cultura do Estado, cobram o pagamento ao governador Rui Costa (PT). Vários são os cards nas redes sociais do grupo com fortes críticas ao líder petista. Em um deles, classificam Rui como “ouro de sangue” e disparam: “Ouro de sangue não pagou até agora o Carnaval 2019”. Em outro, chegam até a chamar o governador de “Rui Desgraça”. O programa foi implementado com o intuito de reconhecer o legado e a importância da cultura negra e indígena para o Carnaval e, conforme a Secretaria de Cultura frisa, mantém o apoio para garantir a presença “do espetáculo de beleza e simbolismo que esses blocos fazem na avenida”. As agremiações apoiadas pelo programa desfilam nos três circuitos da folia: Batatinha (Centro Histórico), Dodô (Barra) e Osmar (Avenida Sete).Entre as 94 entidades credenciadas estão os afros Bankoma, Cortejo Afro, Didá,Malê Debalê, Muzenza, Os Negões e Okanbi; os blocos de samba Alerta Geral, Alvorada, Reduto do Samba e Quintal do Samba; o afoxé Filhos de Gandhy, os blocos de índios Apaches do Tororó e Comanche do Pelô e os blocos de reggae Aspiral do Reggae e Reggae.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.