Breaking News
recent

ESTUDANTES DE ESCOLA PÚBLICA CRIAM COPOS BIODEGRADÁVEIS COM CASCA DE AIPIM



Estudantes desenvolvem copos na zona rural de Valença
Desenvolvido na Escola Estadual do Campo Hermínio Manoel de Jesus, no distrito de Bonfim, em Valença, no baixo sul, o projeto “Entre gotas e sabores” está levando os estudantes a grandes descobertas. Os alunos da escola pública da zona rural desenvolveram copos biodegradáveis, que são usados como suporte na plantação de sementes.
Para fazer o produto são utilizados como base, por exemplo, a casca do aipim e o coração da banana. A experiência vem sendo aperfeiçoada no Clube de Iniciação Científica, criado por meio do Projeto Ciência na Escola da Secretaria da Educação do Estado.
A professora de Química e coordenadora do projeto, Rafaela Santos, diz que o trabalho começou nas aulas sobre sustentabilidade. “Já conhecia bioplástico feito de banana, mas queríamos algo que fosse jogado fora, que a nossa comunidade não enxergasse uma utilidade. Daí surge a proposta de utilizar o ‘coração da banana’ e a casca do aipim ou mandioca e deu certo. Fizemos o copo biodegradável e surgiu a ideia de fazer copinhos para o uso na plantação da horta escolar”, explica.
PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO
A professora acrescenta ainda que “a relação do projeto com a química é total. Compreender a transformação do amido em plástico é um processo químico, compreender o tempo de degradação tem relação com a composição do bioplástico e, por conta do projeto, já tenho alunos querendo fazer Licenciatura em Química”.
A estudante Luciele Santos, do 2º ano do Ensino Médio, conta como está desenvolvendo o projeto em casa. “Faço os copos por meio da casca do aipim. Corto a casca branca, lavo e bato no liquidificador. Depois do material coado no pano, deixo a massa assentar e jogo a água fora. Coloco o amido que ficar na panela e jogo glicerina, o que vai resultar em uma gelatina”.
O segundo passado, segundo a estudante, é espalhar o conteúdo na xícara ou em copos pequenos para fazer a forma e deixar secar por dois ou três dias. “Tem que ter cuidado na hora de tirar do recipiente para não quebrar”, ensina.
Com o projeto, os estudantes também estão aprendendo a reutilizar a água do ar-condicionado para o uso na horta escolar, por meio de sistema com canos de PVC.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.