Breaking News
recent

China proíbe voos locais com Boeing 737 MAX 8 após acidente na Etiópia

Cerimônia de entrega do Boeing 737 Max 8 para operação na China — Foto: Thomas Peter/Reuters
O órgão que supervisiona a aviação na China ordenou que todas as companhias aéreas do país suspendam os voos locais com o modelo Boeing 737 MAX 8 após a queda de uma aeronave na Etiópia que deixou 157 mortos. A Ethiopian Airlines também anunciou que suspendeu o uso do 737 MAX 8 em seus voos.
Foi o segundo acidente em 5 meses com este modelo, que é a versão mais recente do avião comercial mais vendido no mundo. No final de outubro último, 189 pessoas morreram em um voo da indonésia Lion Air.
O MAX 8 faz parte da quarta geração do 737 – é destinada a voos curtos e de médio alcance. O primeiro voo é de 2016, e a aeronave começou a ser entregue há dois anos. Nos dois acidentes, o avião caiu minutos após a decolagem.
Após o acidente com o 737 MAX 8 na Indonésia, a comunidade aeronáutica passou a questionar a falta de informação das companhias e dos pilotos sobre seu novo sistema de aviso de entrada em perda de sustentação, informa a agência AFP.
A Administração da Aviação Civil da China informou em comunicado que avisaria as companhias quando os voos poderiam ser retomados. De acordo com o órgão, será necessário entrar em contato com a Boeing para obter mais informações.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.