Breaking News
recent

Governo faz pente-fino em saúde indígena

Brasília - Indígenas de diversas etnias protestam, em frente ao Palácio do Planalto, contra a aprovação da PEC 215 em Comissão Especial da Câmara dos Deputados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em um dos seus primeiros atos como ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta determinou uma auditoria nos recursos transferidos para a saúde indígena.
Segundo a Coluna do Estadão, hoje, só oito instituições concentram os convênios de cooperação para o atendimento dessas populações e, em 2018, receberam juntas R$ 611,9 milhões. Segundo o ministro, a prestação de contas é confusa, porque algumas parceiras ainda terceirizam os serviços e passam parte do dinheiro para outras ONG’s. A depender do que encontrar, Mandetta não descarta acionar a Polícia Federal.
De acordo com a publicação, as oito empresas foram selecionadas por meio de chamada pública. Só elas atenderam aos critérios estabelecidos no edital, que tem vigência até o final de 2019 e prevê repasse anual de R$ 800 milhões.
Ainda durante o período da transição, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) mandou que os ministros de seu governo fizessem um pente-fino nas contas de suas pastas

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.