Breaking News
recent

‘Lei Tiago Correia’ abre caminho para aliado de Neto na ALBA


O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM)
A Câmara de Salvador aprovou na segunda-feira, 22, modificação na Lei Orgânica do Município (LOM), determinando que qualquer vereador da cidade possa assumir o cargo de deputado estadual, federal ou senador, sem ter que renunciar o mandato. O texto anterior previa a saída do posto, com o suplente assumindo em definitivo. Chamada nos bastidores da Casa de ‘Lei Tiago Correia’, a manobra permitirá que o vereador Tiago Correia (PSDB), aliado do prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, assuma o posto de deputado estadual. O tucano tentou ingressar na Assembleia Legislativa da Bahia no pleito de 2018. Ele obteve 46.494 votos, mas não conseguiu se eleger. A vaga por ele almejada será aberta pelo deputado Leo Prates (DEM), que deve se desligar em breve do cargo para assumir uma Secretaria ainda não definida da Prefeitura. Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 24, o democrata minimizou as acusações de suposto artifício e argumentou ser ‘uma iniciativa da Câmara como tinha que ser’. “Foi uma iniciativa absolutamente legal e constitucional. Já existe em outras Câmaras do Brasil [que fazem o mesmo]. Se o vereador pode se licenciar para ser secretário e presidente de empresa pública, então eu acho natural que essa possibilidade exista”, argumentou. ACM Neto ressaltou que ‘ainda não tomou nenhuma decisão’ sobre quem apoiará para assumir a principal cadeira da Assembleia Legislativa-BA. Ao Estado, Tiago Correia também desconversou sobre o caráter intencional da decisão, mas admitiu que, havendo uma renúncia e a possibilidade de assumir a vaga, ele “com certeza assumiria”. O vereador diz que sequer conversou com o prefeito da capital baiana após a eleição em que saiu derrotado nas urnas.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.