Breaking News
recent

Homicida é preso em Ilhéus; acusado não tem registro eleitoral

A Polícia Civil de Ilhéus prendeu nesta quarta-feira (24), Marcos Ferreira dos Santos Oliveira (Do Barco ou Marcos Tatuagem). O indivíduo vinha sendo investigado pela polícia por prática de homicídio qualificado, ocorrido na manhã de 16 de abril de 2018. O assassinato aconteceu nas imediações da rua Lindolfo Collor, no Bairro Malhado, em Ilhéus. Na ocasião, Marcos desferiu, por motivo fútil e agindo à traição, três golpes de faca em Cristeny Danillo de Jesus Soares. Mesmo ferido, Cristeny conseguiu correr, em tentativa de fuga, mas caiu alguns metros adiante. Populares acionaram o Samu 192, Cristeny chegou a ser socorrido mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Em consulta ao site do Tre-Ba, a Polícia constatou que Marcos não possui registro de inscrição perante à Justiça Eleitoral e, portanto, não é considerado eleitor. Nesse caso, não se aplica a regra prevista no artigo 236 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65), que diz que não é permitida a prisão desde cinco dias antes e até 48 horas depois do encerramento da eleição. Marcos foi preso e está á disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.