A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, em conjunto com uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, iniciou, por volta das 15 horas desta segunda-feira (13), a demolição do terceiro andar e da “varanda” do segundo andar do prédio onde funcionaria o Shopping Popular de Itabuna. Orçada em mais de R$ 2 milhões, a obra foi inciada em 2014 e embargada depois do primeiro desabamento parcial em 2016. Chegou a ser retomada, mas foi novamente paralisada, e um segundo desabamento ocorreu no dia 26 de julho passado.
O chefe da Defesa Civil, Yuri Bandeira, afirmou ao PIMENTA que não existe previsão de quando o trabalho será concluído. O destino do restante do prédio será decidido pela Justiça após a entrega de um laudo técnico que está sendo elaborado por um perito contratado pelo poder judiciário. O Shopping Popular abrigaria mais de 140 vendedores ambulantes nos seus três andares.
Por causa da demolição parcial do imóvel, o tráfego foi interrompido num trecho da Avenida Inácio Tosta Filho, nas imediações da praça José Bastos, no centro da cidade. Embora a Defesa Civil não tenha confirmado o dia de conclusão, o trabalho deve terminar nesta terça ou na quarta-feira.