Breaking News
recent

Em São Sebastião do Passé, José Ronaldo critica descaso do governo com educação, saúde e segurança

“Nenhuma guerra no mundo matou tanto quanto se mata na Bahia. Apenas 4% dos crimes que acontecem no estado são elucidados. Não há planejamento de segurança. O que precisa é colocar pessoas certas nos lugares certos, pensar ações e buscar as melhores experiências que deram certo em outros locais”. A declaração do pré-candidato ao governo do estado pelo Democratas, José Ronaldo, foi feita na manhã desta quarta-feira (4), durante entrevista à Rádio Independente, de São Sebastião do Passé.
O ex-prefeito de Feira de Santana participou de atividades na cidade e atendeu a um pedido de entrevista da rádio para falar sobre a pré-candidatura e questões polêmicas relacionadas à segurança, educação e saúde. José Ronaldo ratificou o fato de ser “um homem de compromissos” e que tem o hábito de cumprir a palavra. “Como governador, vou montar um sistema para poder monitorar as obras. Não vou deixar que o dinheiro público seja gasto de forma aleatória. Vamos trabalhar para que as cidades voltem a se desenvolver e gerar mais emprego e renda”.
No programa de rádio, ele foi apresentado por Luciano Lago como “homem íntegro e com experiência administrativa. É um político honesto que vai fazer diferente pelos baianos, ouvindo todos os municípios e dando assistência ao interior”. Questionado sobre como vai gerir as obras e cumprir as promessas, José Ronaldo disse que construiu sete viadutos e dois túneis em Feira de Santana, usando recursos próprios. Além disso, deixamos Feira com um Plano de Mobilidade Urbana“, projetando o desenvolvimento da cidade, que é a segunda maior da Bahia. É uma característica do nosso partido. Temos palavra e honramos os compromissos”.
O democrata salientou ainda que o governo do estado não tem feito os reajustes salariais do funcionalismo.  “Sempre fiz as correções salariais justas em Feira de Santana. O servidor não pode ser penalizado por causa da falta de competência gerencial. Em São Sebastião do Passé, a Escola Polivalente está no chão há um ano, a Luís Eduardo Magalhães foi reformada com esforço dos alunos e professores. Por que só promete e não faz? Não é um governo de correria (referindo-se ao governo do PT na Bahia). Precisamos de ações concretas e realizadas”.
Questionado por ouvintes da rádio, ele criticou o sistema estadual de saúde. “A regulação falta com respeito com o povo. Como governador do Estado, acabarei com isso. Irei, no início da gestão, contratar hospitais particulares para zerar a demanda e com isso, acabar com a fila da morte. Ouvimos diariamente relatos de pessoas que pereceram aguardando leito ou a marcação de um exame. Isso não é justo. Não é humano”.
Durante a visita à cidade, José Ronaldo foi acompanhado pelo pré-candidato a deputado federal, João Roma, vereadores Zé Carlos Teixeira, Sérgio Sacramento, Banha de Quequinha, Jai da Jangada, Moisés Ceuta e as lideranças Angelo Santana, Gonzaga, Almir Félix, Vadinho Santana, Márcio de Ari, Sérgio Enfermeiro, Alexandre Reis, Marcos Vasconcelos, Ademar Arruda, Silvio de Tenorio e David da Aracatiba.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.