Breaking News
recent

Governo e associação maranhense investem R$2,4 mi em programas de proteção

Governo e associação maranhense investem R$2,4 mi em programas de proteção
Foto: Reprodução
O governo da Bahia, através da Secretaria da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, e a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos investiram R$ 2.484.016,75 para execução do Programa Estadual de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas de Morte no Estado da Bahia (Provita), conforme publicação no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (20). Em 2017, o Provita, que protege e dá assistência a vítimas, testemunhas e familiares de vítimas de crimes no estado e que colaboram com a Justiça, tinha um custo anual de R$ 1 milhão. Os protegidos precisam ficar, em média, dois anos no programa, podendo o prazo ser estendido. Em 2016, a organização que estava à frente do Provita, a Associação de Advogados Trabalhistas Rurais (AATR), desistiu de dar continuidade, alegando problemas com verba e burocracia.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.