Breaking News
recent

LAVA JATO: EX-SECRETÁRIO DE CABRAL ENTRA NA MIRA - 73 MILHÕES DESVIADOS

Cumprindo mandatos de prisão em mais um desdobramento da Operação Lava-Jato, a PF no Rio de Janeiro está no encalço de pessoas ligadas a um esquema da Secretaria de Administração Penitenciária, entre elas estão o ex-secretário, Coronel Rubens Monteiro de Carvalho, e o diretor-geral de Polícia Especializada, Delegado Marcelo Martins.

Segundo o MPF, foram desviados 73 milhões de reais dos cofres públicos.

Cesar Rubens, ex-secretário do Governo de Cabral

O Tribunal de Contas do Estado afirma que a Secretaria (Seap) pagava duas vezes pelos pães que eram fornecidos aos presos. Eram dois contratos: um para fornecimento do pão e outro para a compra de ingredientes.

De acordo com o projeto inicial, era prevista uma profissionalização dos presos, onde a Seap contratava uma ONG para gerir um projeto de padaria.

Em maio do ano passado a fraude foi descoberta quando uma auditoria do TCE apontou que os contribuintes compravam o pão já pronto além de farinha para seu preparo.

O projeto, de acordo com o MPF, era para incentivar presos que quisessem trabalhar na padaria. Com isso, a cada três dias de trabalho, um dia era reduzido da pena. Entretanto, o trabalho de auditoria detectou falha no controle e há suspeita de que presos que não trabalhavam também se beneficiaram.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.