Breaking News
recent

“Caí no chão porque não conseguia ficar em pé”, diz viúva de Marielle

Em entrevista ao Fantástico, a arquiteta Monica Tereza Benício falou do momento que soube da morte da companheira
Reprodução/ TV Globo
Namorada de Marielle Franco há 12 anos, a arquiteta Mônica Tereza Benício, falou sobre como recebeu a notícia da morte da vereadora, na última quarta-feira (14/3), em entrevista ao Fantástico.
Muito emocionada, Tereza contou que conversou com Marielle minutos antes do crime. “Ela me mandou mensagem: ‘Estou no carro, você precisa de alguma coisa?’ Respondi que não e entrei em casa. Cerca de 20 minutos depois ela ainda não havia chegado, achei esquisito”, lembrou.
Tereza ligou umas 20 vezes para a namorada e, sem respostas, começou a ficar desesperada. Uma amiga apareceu inesperadamente na residência do casal. “Eu perguntei: ‘Dani, cadê a Marielle?’. Ela respondeu: ‘Você precisa ser forte. A Marielle morreu’. Eu caí no chão porque não conseguia ficar em pé”, contou Tereza na entrevista.
A vereadora e a arquiteta pretendiam se casar em outubro do próximo ano e já haviam começado a organizar os preparativos. “Demoramos muito tempo para ficarmos juntas de verdade e quando finalmente conseguimos, tudo acabou de maneira muito breve. Dessa vez ia ser para sempre”, disse à TV Globo. Segundo Tereza, Marielle estava feliz, despreocupada e não falava em ameaças.
“Só tinha uma maneira de calar minha filha”
Também em entrevista ao Fantástico, o pai de Marielle, Antônio Franco, contou que a parlamentar era uma pessoa forte e determinada e não tinha medo de enfrentar as dificuldades. “Só existia uma maneira de calar a minha filha: isso que fizeram com ela. Se eles não a matassem, ela ia alçar voos mais altos. Ia chegar muito mais longe”, lamentou o pai.

A mãe, a irmã e a filha de Marielle falaram das mentiras e ofensas publicadas na internet. “Algumas pessoas não entendem o significado de direitos humanos, essa é a verdade. Nunca entenderam. Não aceito chamarem a minha filha de bandida”, disse a mãe, Marinete.
A filha, Luyara, de 18 anos, fez um pedido aos telespectadores: “Parem de falar mentira, as pessoas não conhecem ela. Nós sabemos da história dela, estávamos juntas no dia a dia. Respeitem a nossa dor e nosso luto”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.