Breaking News
recent

ACM Neto, sucessão e o DEM


Assumindo o comando nacional do DEM, na próxima quinta-feira (8), o prefeito de Salvador, ACM Neto, terá mais condições de atrair outras legendas em torno de uma eventual candidatura ao governo da Bahia.
O alcaide soteropolitano não iria assumir o controle do DEM sem exigir algumas contrapartidas, principalmente em relação ao processo sucessório do Palácio de Ondina.
Neto sabe que a prioridade do DEM é a sucessão estadual da Bahia, que a legenda não medirá esforços para derrotar o governador Rui Costa (PT-reeleição).
Além de um bom dinheiro do fundo partidário, o DEM vai tentar atrair o PP e o PR, agremiações da base aliada do presidente Temer, para a campanha de Neto.
Na frente do DEM, Neto vai se inteirar das articulações da legenda nos Estados, o que pode levar a um acordo aqui na Bahia.
Se o PR, por exemplo, tiver candidatura própria para o governo de um Estado, o DEM pode apoiar o candidato em troca do apoio a ACM Neto.
Todo mapa eleitoral do país será esmiuçado, com a candidatura do gestor de Salvador sempre como primazia e preponderância nas negociações.
Como a candidatura presidencial de Rodrigo Maia é de mentirinha, o DEM pode até negociar sua “desistência” para facilitar os acordos com o netismo.
Tudo será feito para derrotar o PT, mais especificamente o da Bahia. A reeleição de Rui Costa é tida como indispensável para o começo de uma reviravolta do petismo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.