Breaking News
recent

MARÃO NA REABERTURA DA CÂMARA: PESSIMISTAS ENXERGARÃO DIFICULDADES


MARÃO NA REABERTURA DA CÂMARA: PESSIMISTAS ENXERGARÃO DIFICULDADESNa tarde da terça-feira (20) aconteceu a primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Ilhéus para reiniciar o segundo ano da legislatura 2017-2020. A abertura foi realizada pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e contou com a participação da deputada estadual Ângela Sousa, do vice-prefeito, José Nazal e secretários municipais.
Em seu discurso, Mário Alexandre informou que em seu primeiro ano de gestão teve que realizar um processo de reconstrução da cidade onde, no lugar de postos de saúde e unidades escolares, encontrou ruínas e abandono. Mas garantiu que, sob o ponto de vista administrativo, a cidade melhorou.
"Durante o exercício de 2017, promovemos junto à Secretaria da Receita Federal, a regularização de débitos tributários deixados pela administração anterior, que ultrapassavam o valor de 30 milhões de reais. Fizemos a regularização através de parcelamentos junto à Caixa Econômica Federal dos débitos constantes de FGTS, sofremos incontáveis sequestros de verba. Nosso governo pagou em dívidas o valor de 49 milhões de reais (...) Os pessimistas enxergarão dificuldades em cada oportunidade que surgir. Os otimistas, farão do momento uma nova história e um novo acreditar sobre elas. Por isso, posso garantir a todos vocês: não foi um ano fácil. Mas não foi um ano perdido", declarou. 
O prefeito Mário Alexandre dedicou grande parte do seu discurso para explicar as medidas que vem adotando para a melhoria da qualidade dos serviços públicos, especialmente nas áreas de saúde e educação. Ainda segundo o prefeito, o apoio do Legislativo é essencial para uma gestão que busque o pleno desenvolvimento de Ilhéus. 
Tumulto

No acesso ao plenário da Câmara, um grupo de pessoas ficou impedido de seguir o caminho e protestou. Imagens que circulam nas redes sociais mostram um guarda municipal bloqueando a passagem. O possível motivo foi o de tentar evitar que mais tumulto fosse gerado no plenário, onde ocorriam vaias e, ao mesmo, aplausos, durante a fala do prefeito.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.