Breaking News
recent

Neto diz que DEM vai seguir caminho após condenação de Lula: 'Ele não ganha eleição'


por Ailma Teixeira / Luana Ribeiro
Neto diz que DEM vai seguir caminho após condenação de Lula: 'Ele não ganha eleição'
Foto: Ailma Teixeira / Bahia Notícias
O prefeito ACM Neto minimizou nesta quinta-feira (25) o impacto da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância nesta quarta-feira (24), pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no caso do tríplex do Guarujá. “Eu sempre disse que seja uma candidatura nacional, seja uma candidatura na Bahia, ela não passaria de maneira alguma pelo que nossos adversários vão fazer ou deixar de fazer. Então em nenhum momento contei e deixei de contar com a candidatura do ex-presidente Lula, porque a possibilidade dessa candidatura está no campo da política, da Justiça. E a Justiça no Brasil é independente”, afirmou Neto, acrescentando que seu partido vai seguir seus planos. “Qual é o nosso caminho? Tentar construir um candidato próprio com a presidente da República e apresentar um candidato ao governo do Estado da Bahia. Essa é nossa prioridade. Se Lula vai ser ou não vai ser candidato, quem será eventualmente o substituto de Lula, confesso a você que nós não contamos e não trabalhamos com essa variável”, pontuou. O prefeito também afirmou que não comemorou a decisão do TRF4, que além de confirmar a sentença do juiz federal Sérgio Moro, aumentou a pena de 9 anos e meio para 12 anos. “Não cabia a mim torcer, nem a favor nem contra. Da mesma maneira que eu não comemoro, eu acho que nenhum brasileiro deve comemorar esse resultado. Eu acho que uma decisão da Justiça deve ser apenas respeitada. Nós vimos que foi uma decisão de primeira instância, confirmada e ampliada na segunda instância por um colegiado, três julgadores. É o que eu sei. O Tribunal Regional Federal (TRF) é absolutamente independente, blindado de qualquer tipo de pressão política, então nos resta apenas respeitar a decisão”, avaliou. Ao final, Neto alfinetou o grupo rival. "Eu nunca trabalhei com esse cenário. Acho, e sempre achei, que Lula sendo ou não candidato, não ganha eleição. Nós vamos discutir um projeto que vai discutir o futuro do Brasil, vai dialogar com o futuro do Brasil e vai ser vitorioso. Então, honestamente, não nos cabe estar fazendo conta de Lula candidato, Lula não candidato. Nós temos que fazer a nossa parte, esquecer o PT. O problema do PT é a Justiça, não a política". 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.