Breaking News
recent

Ex-esposa afirma que apanhava de Naldo na frente do filho

Branka Silva
Fonte: Instagram

"Ele é doente e torna quem está com ele, doente", avaliou Branka Silva
Branka Silva, ex-esposa de Naldo Benny, comentou sobre a prisão do funkeiro após ser acusado de agredir sua atual mulher, Ellen Cardoso. Durante entrevista ao "SuperPop", da RedeTV!, na última segunda-feira (11), a fotografa afirmou que também apanhava do cantor.
"Sim [apanhava]. Meu filho presenciou. Eu nunca denunciei porque pensava no meu filho, ele era muito pequeno. O Naldo nunca me deixou marcada", contou a Luciana Gimenez.
E continuou: "Vira uma guerra. Ele é doente e torna quem está com ele, doente. Acredito que com ela [Moranguinho] o grau foi mais elevado. Muita gente julga, mas só quem passa sabe o que é ir numa delegacia denunciar o pai do seu filho e ir pra casa correr os mesmos riscos".
A famosa relatou que tinha medo do músico por causa do ciúmes descontrolado. "Ele tinha ciúme, sim, era muito ciumento, possessivo. O fato de ter amigo homem, trabalhar fora, roupa, independência... Eu não podia falar com homem no telefone, bonito, feio, não importava. Se ele estivesse do lado, era ele quem falava. Minhas amizades eram as irmãs dele, sair à noite, só com ele. Ele ficava muito bravo, mas só com a parceira, com os outros, não. Eu tinha medo, receio", disse.
Trocada em 2010 pela Mulher Moranguinho, a morena confessou que precisou aguentar traições: "Ele era bravo e nunca foi fiel. A gente casou muito cedo, adolescente, não viveu. Eu tive o Pablo e ele foi viver. Eu desconfiava, algumas vezes eu tive certeza, mas a gente perdoa por causa da família, mas descobri algumas traições dele".
Apesar do desabafo, Branka afirmou perdoar as atitudes do ex. "Foi uma coisa que ficou lá atrás. Eu perdoo, mesmo, de coração. Não sinto nada, ele para mim é um estranho. De todo o mal que ele me fez, o pior foi pedir a guarda do meu filho e me expor."
Em tempo: Naldo Benny, para quem não sabe, foi preso na última quarta-feira (6), no Rio de Janeiro, por posse ilegal de armas. A denúncia foi feita pela esposa do cantor, Ellen Cardoso, que esteve na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) para informar que foi vítima de agressões - ela teria recebido socos, chutes e puxões de cabelo em uma briga.
O famoso deixou a delegacia mediante pagamento de fiança e explicou que não se lembrava de ter um revólver em sua casa. "Houve um assalto aqui há uns anos. As pessoas que trabalhavam comigo na época acharam melhor eu ter uma arma. Mas eu nem sabia onde ela estava", garantiu ao jornalista Leo Dias.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.